Em negocios / noticias-corporativas

Por que pagamos tão caro nos produtos que consumimos?

As empresas brasileiras vivem um momento desafiador: produzir mais com custos cada vez menores.

Como resolver esse impasse se os preços dos seus produtos são diretamente afetados pelos gastos com frete? O que fazer com esse vilão do bolso do consumidor que age silenciosamente? Afinal, tudo o que se produz deve-se entregar. A cada ano as empresas gastam o equivalente a R$ 256 bilhões apenas com transporte de cargas e, se considerássemos toda estrutura de armazenagem e distribuição, esse número seria ainda maior.

Uma saída é empregar tecnologia para aprimorar as tarefas e rotinas diárias. E, ao contrário do que alguns pensam, essa saída não significa gastos maiores com programas dispendiosos e necessidade de contratação de mão de obra especializada para utilizá-los. Especialistas como Paola Mara salientam: "Não importa se a empresa é de pequeno, médio ou grande porte. Para sobreviver, todas precisam ter um ótimo planejamento logístico para evitar o fracasso em tempos onde as concorrências são fortes". Assim, investir em tecnologias que reduzem custos tem sido as melhores alternativas.

Uma empresa brasileira recém-lançada no mercado criou um software que automatiza todos os processos logísticos de uma empresa, desde seus fornecedores até a entrega do produto no cliente e, quando houver, também cuida da logística reversa. Fruto de 8 anos de pesquisa, investimentos da iniciativa pública e privada, a Frete Rápido conta hoje com mais de 800 empresas enviando e recebendo suas mercadorias com seu sistema.

A inovação da empresa consiste em várias etapas, desde algoritmos até relacionamentos. Seu software reduz os custos em até 70%. Para exemplificar, uma empresa que tenha 1.500 vendas/mês precisa de 6 pessoas para cuidar de toda logística, com a Frete Rápido é necessário apenas 1 pessoa para acompanhar as indicadores de performance e resultados.

A empresa é tida como a maior plataforma de cargas fracionadas da América Latina, contando com mais de 65 mil pessoas trabalhando para entregar as mercadorias dos seus clientes.

Agora que os Correios anunciaram o fim do e-Sedex, lojas virtuais temem que suas vendas caiam em virtude dos novos custos, mas o CEO da empresa garante: "Nossos clientes desfrutam de todo relacionamento que temos com as transportadoras, isso proporciona a eles fretes bem mais baratos, por exemplo, a partir de R$ 7,00".

O sucesso que a Frete Rápido vem fazendo no mercado já chamou atenção de grandes empresas, há pouco dias deram início a uma série de parcerias estratégias no e-commerce brasileiro, integrando com as maiores empresas do País. Estas parcerias são parte de um audacioso planejamento estratégico, que prevê um crescimento de 100% para o próximo ano.

Como toda startup, a Frete Rápido tem modelo "faça você mesmo" e, por isso, interessados em utilizarem sua tecnologia podem acessar seu site https://freterapido.com criarem sua conta e o funcionamento é imediato.
Website: https://freterapido.com

Contato