As 100 cidades mais desenvolvidas do Brasil

O estado de São Paulo lidera no número de cidades. Indicador analisa emprego e renda, educação e saúde
Por Karla Santana Mamona  
a a a

SÃO PAULO - O número de cidades brasileiras em patamar moderado de desenvolvimento mais do que dobrou entre 2000 e 2010, segundo revelou o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal.

De acordo com o levantamento, a participação de municípios na faixa moderada subiu de 30,1% (1.655 municípios) para 61% (3.391 municípios). No mesmo período, o número de cidades na categoria de baixo desenvolvimento passou de de 18,2% (1.005 municípios) em 2000 para 0,3% (seis municípios).

Já o número de cidades com patamar de alto desenvolvimento registrou crescimento expressivo. Passou de 19 cidades em 2000 para 328 cidades em 2010.

O indicador analisa três áreas de desenvolvimento: emprego e renda, educação e saúde. O índice varia de 0 a 1. Acima de 0,8, a cidade é considerada com alto desenvolvimento. 

100 melhores
O estado de São Paulo lidera o ranking das 100 melhores cidades. Ao todo são 98 paulistas, sendo nove com nota máxima: Marapoama, Meridiano, Taguaí, Fernão, Santa Salete, Turmalina, Rubineia, Dolcinópolis, Oscar Bressane.

Entre as 500 melhores, 486 são paulistas. Na sequência, aparecem os estados de Minas Gerais (26), Santa Catarina (14), Rio Grande do Sul (14) e Espírito Santo (14). Entre os 500 piores resultados nessa vertente, a Bahia segue com o maior número de municípios (191), seguida pelo Pará (68).

Veja abaixo o ranking das 100 melhores cidades do País. A lista completa aqui.

  1. Indaiatuba
  2. São José do Rio Preto
  3. Itatiba
  4. Amparo
  5. Barueri
  6. Ribeirão Preto
  7. Marília
  8. Louveira
  9. Jundiaí
  10. Paulínia
  11. Bauru
  12. Campinas
  13. Santos
  14. Valinhos
  15. Bento Gonçalves
  16. Bragança Paulista
  17. Araraquara
  18. Americana
  19. São Caetano do Sul
  20. Atibaia
  21. Taubaté
  22. Araras
  23. São Carlos
  24. Itupeva
  25. Curitiba
  26. Extrema
  27. Mendonça
  28. Itu
  29. Santa Bárbara d'Oeste
  30. Vinhedo
  31. Santana de Parnaíba
  32. São Paulo
  33. Marapoama
  34. Aracruz
  35. Votuporanga
  36. Vitória
  37. Hortolândia
  38. Araçatuba
  39. Santo André
  40. Rio Claro
  41. Limeira
  42. Sorocaba
  43. Guarulhos
  44. Cerquilho
  45. Blumenau
  46. Cotia
  47. Londrina
  48. Maringá
  49. Uberlândia
  50. Nova Lima
  51. Caieiras
  52. Botucatu
  53. Catanduva
  54. Monte Alto
  55. Araucária
  56. Belo Horizonte
  57. Santa Cruz do Sul
  58. Nova Odessa
  59. Osasco
  60. Farroupilha
  61. Brusque
  62. Vargem Grande Paulista
  63. Florianópolis
  64. Guaratinguetá
  65. Novo Horizonte
  66. Piracicaba
  67. Joinville
  68. Sebastianópolis do Sul
  69. Tatuí
  70. São Bernardo do Campo
  71. Taboão da Serra
  72. Tietê
  73. São José dos Campos
  74. Arujá
  75. Brejo Alegre
  76. Ouroeste
  77. Ipatinga
  78. Votorantim
  79. Porto Real
  80. São Roque
  81. Mauá
  82. Salto
  83. Palmas
  84. Porto Ferreira
  85. Jacareí
  86. Mogi Guaçu
  87. Rio das Ostras
  88. São João da Boa Vista
  89. Mococa
  90. Resende
  91. Pontes Gestal
  92. Goiânia
  93. Chapecó
  94. Niterói
  95. Presidente Prudente
  96. Rio das Pedras
  97. Jaguariúna
  98. Caxias do Sul
  99. Pouso Alegre
  100. Itapira

Deixe seu comentário

Ricardo C Biasi (09/12/2013 11:48:01) Araraquara sempre na frente de São Carlos...kkk
Marcos Santos (09/12/2013 11:56:18) Lendo essa matéria fica difícil entender o conceito de desenvolvimento envolvido na pesquisa. Sou morador de Botucatu/SP, cidade com 120 mil habitantes e que figura na lista das mais desenvolvidas. Por aqui há quatro/cinco empresas de porte médio e de renome por aqui, às quais reciclam mão de obra a todo momento, contratando e demitindo com extrema facilidade, sem falar no comércio que se utiliza desse mecanismo para suprir suas necessidades. A saúde publica é péssima, assim como em qualquer cidade brasileira, os atendimentos médicos são feitos com pouco caso e desrespeito a população, fato que leva a maioria dos munícipes a contratar plano de saúde que também não é grande coisa. No quesito educação, às escolas publicas estão um verdadeiro caos enquanto que as poucas universidades, diga-se unesp, uninove, fatec formam todo ano diversos médicos, enfermeiros, advogados, tecnólogos que não são absorvidos pelo mercado local devido a escassez de oportunidades, fazendo-os mudarem-se para outros locais em busca de oportunidades. Infelizmente essa é a realidade de minha cidade e imagino que outras cidades mencionadas na pesquisa estejam em situação pior.
Tier Ckf (09/12/2013 14:51:32) essas materias e reportagens sobre cidades com em desenvolvimento ou com qualidade de vida, só ferra com a cidade.. um dia vi no globo reporter sobre Lucas do Rio Verde.. cidade com dinheiro prospera.. deu agora o vai ir de larapio e mal elemente pra lá
Alexandre Amaral (09/12/2013 16:54:23) Ah tá... pelo visto então a dona Karla Santana deve considerar municípios paranaenses como sendo de São Paulo... basta olhar o relatório no próprio link colocado na matéria. "No IFDM 2010, das 399 cidades paranaenses, 26 apresentaram alto desenvolvimento, sendo que quatro delas ficaram entre os cem maiores IFDMs do País: Curitiba, Londrina, Maringá e Araucária. De forma geral, os municípios do estado do Paraná mantêm posição privilegiada na compara....."
Luciano Puchalski (09/12/2013 20:03:02) FONTE INIDONEA....PAULISTA SO TEM VISAO DE SAO PAULO
Rogerio Moraes (09/12/2013 20:58:40) Também sou de Botucatu e concordo plenamente com o Marcos. Os índices de Btu são superestimados por causa da área de saúde da Unesp (número de medicos/hab, numero de leitos hospitalares/hab. etc). Na área da educação é mais ou menos a mesma coisa: 80 medicos formados por ano, algumas dezenas de vagas em residencia médica, biólogos, biomedicos, agronomos, veterinários, eng floretais, enfermeiros, nutricionistas..... nenhum fica aqui. O ensino médio é o desastre gerenciado pelo Estado e o fundamental I e II, gerenciados pelo municipio, carecem não apenas de estrutura física (nenhuma nova escola nos ultimos 6 anos e manutenção precaríssima nas instaladas ), como de recursos humanos de qualidade. O desmatamento sofrido pelo municipio nos ultimos 12 anos é assustador, o tratamento de esgoto é mínimo (Sabesp), a proteção aos mananciais é zero, a Camara municipal autorizou a utilização de agrotóxicos em área urbana, para o controle do mato da rua (!!!!!!!). a cidade tem um (somente um mesmo!) cinema que é vergonhoso (cheira a mofo), de modo que a vida cultural quase que se resume a botecos. O teatro municipal, um dos melhores do interior do estado, já saiu do circuito por falta de manutenção. Os supermercados atuam em lobby do mesmo modo que os distribuidores de combustíveis (é o mais caro do interior de SP). Eu desafio que alguem me mostre numeros que desmintam minhas afirmações.
Fernando Dagostini (10/12/2013 12:28:07) Ah! É, pelo que entendo "Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal" é da FIRRRRRRRRRRRRJAN...coisa de carioca! http://www.firjan.org.br/ifdm/
Ary Guimaraes (10/12/2013 14:18:19) Rogerio, Sou de Pouso Alegre(99ª) e estamos na mesma situação, imagine agora o resto do País!!!
Juarez Pimentel (10/12/2013 16:30:47) Então fico feliz ao ver a minha e a nossa capital do Estado de Tocantins, Palmas na lista das 100 cidades mais desenvolvidas do País, a nossa capital foi criada pelo Governador José Wilson Siqueira Campos e pelo prefeito Eduardo Siqueira Campos, onde juntos construiram a capital denominada Capital Ecologia do terceiro milênio sendo muito bem planejada, seu aniversario é em 20 de maio de 1991 e o Estado de Tocantins em 5 de outubro de 1988 e sua autonomia em 18 de março com apenas 25 anos fazendo Jubileu de Prata.
Marcos Santos (10/12/2013 17:48:07) É triste tantos comentários negativos sobre a cidade que moramos, mas é a pura verdade. Também estou contigo desafiando alguém a provar o contrário do que foi escrito aqui. Pra mim é matéria tendenciosa, uma isca para atrair investidores em busca de oportunidades. Só uma última questão, esquecemos de mencionar que somente em 2014 é que teremos nosso primeiro shopping center, que como disse, fará muito investidor incauto pagar a conta da obra . rsrsrs
Eduardo J Giacomet (12/12/2013 10:40:42) Diz que o estado de SP tem 98 das 100 melhores, porém na lista apresentada com as 100 melhores há muito mais de 2 cidades de fora de SP (!!!!!!). Na lista de 500 sp tem 486 e os outros estados 68 (sem nenhuma do rj) somando 554 cidades (!!!!!) Socorro que reportagem miserável de ruim!!!!!
Murilo Maida (08/02/2014 01:24:01) Gente, desculpem ai, mas quem fez esse ranking? Uma criança de 6 anos HAHAHAHAHAHA? Eu só posso rir desse Ranking, pois é um tamanho absurdo! Sorocaba é melhor que São José dos Campos onde? Me desculpem os sorocabanos, mas uma cidade que tem problemas com coleta de lixo chegando a ficar vários dias sem o devido serviço; sofre com a falta d'água e cuja saúde é um caos não deveria sequer figurar na lista (quem acha que eu estou querendo difamar Sorocaba basta procurarem no Google). Uma cidade deste porte sofrendo com esses problemas é vergonhoso e lamentável. Tranquilamente descartaria esse lugar! Até Monte Alto que foi onde nasci está melhor que São José dos Campos? HAHAHAHHAHAHAHAHA Que palhaçada é essa gente? Olha o tamanho das cidades! Que empresa forte que tem em Monte Alto? Fala sério. Aqui em São José dos Campos temos a EMBRAER, o INPE, PETROBRAS, Johnson & Johnson, Panasonic; resumindo: qualquer uma dessas sozinha já é mais evoluída que qualquer uma de Monte Alto. São José dos Campos tem 3 Shoppings (1 em processo de expansão e em breve terá início construção de mais). Tem coleta de lixo organizada, separando o lixo orgânico do reciclado, as escolas são ótimas tendo algumas dentes as melhores do país e a saúde é evoluída, duvido que Monte Alto esteja com essa bola toda, só se for no mundo da imaginação. Bauru é melhor que SJC só se for no quesito "calor", pois lá é um verdadeiro inferno. Não é uma cidade ruim, mas é bastante atrasado pelo tamanho, dava pra ser bem melhor! Nem se compara com São José dos Campos. E segundo lugar para Rio Preto também é uma piada, nem é necessário dizer que há cidades mais desenvolvidas que ela. Na minha opinião, São José dos Campos só fica atrás de Campinas (cidade com excelente localização, super desenvolvida, abriga várias empresas de ponta e além disso está em uma região privilegiada - não é tão longe da capital, economia de primeira e tem um clima agradável, nem quente demais e nem frio demais). único problema de Campinas é o trânsito intenso, mas isso tem em qualquer cidade grande.
Edson Luiz Paesi Kiko (14/02/2014 22:26:28) Eu também não entendi essa matemática, muito estranho isso...
Eu Amo Barueri (27/04/2014 17:32:24) Barueri é 5ª no ranking :-) Eu amo essa cidade!