Em negocios / inovacao

Escola de ensino médio fatura milhões graças ao Snapchat e a um pai

US$ 15 mil se transformaram em pelo menos US$ 24 milhões

SÃO PAULO – O sucesso do IPO do Snap, que aconteceu nesta quarta-feira, foi vantajoso também para a escola de ensino médio Saint Francis, em Montain View, California.

Graças ao pai de dois alunos, o colégio investiu US$ 15 mil na companhia anos atrás – época dos investimentos iniciais da companhia. Esse valor transformou-se, ontem, em US$ 24 milhões, de acordo com o QZ.

A história começou quando uma aluna do colégio, Natalie, e suas amigas, contaram ao pai da primeira, com entusiasmo, a respeito da plataforma. Este pai é Barry Eggers, um dos sócios da Lightspeed, aceleradora que apoiou o Snap em seus primeiros anos de existência.

Depois de saber sobre o app e ter uma reunião com os fundadores em Stanford, Eggers convidou o conselho administrativo do colégio a participar da primeira rodada de investimentos. O valor investido à época rendeu ao colégio pelo menos 2,1 milhões de ações, sendo que dois terços delas foram vendidas ao preço de emissão de quinta-feira: US$ 17 cada.

A aceleradora, por sua vez, vendeu ontem ao menos 4,6 milhões de ações da companhia e ainda possui cerca de 82 milhões.

Em um texto do Medium, Barry Eggers conta sobre seu diálogo com as crianças no momento em que ficou sabendo da existência do aplicativo. De acordo com o relato, já naquela época os irmãos publicavam cerca de 30 snaps por dia. Confira o texto aqui.

snapchat_bloomberg

Contato