Em negocios / grandes-empresas

Acionistas do Facebook pedem renúncia de Mark Zuckerberg

Grupo de investidores do Facebook acredita que o jovem bilionário não sabe lidar com uma grande empresa de capital aberto

Mark Zuckerberg em Moscou - Facebook
(Maxim Shemetov/Reuters)

SÃO PAULO - Após a leitura do rascunho de um depoimento que Mark Zuckerberg dará ao Congresso norte-americano na quarta-feira desta semana, um grupo de investidores majoritários decidiu que está na hora de o CEO renunciar. Para os membros deste grupo, o jovem bilionário "não entende como uma empresa grande e de capital aberta é gerida". 

Em um comunicado, o CEO da Open MIC, Michael Connor, deu duas opções para Zuckerberg. "Ele atualmente tem dois empregos no Facebook - CEO e presidente do conselho. Está na hora de ele desistir de ao menos um, se não ambos, os títulos".

A Open MIC não detém ações da empresa, mas costuma coordenar grandes acionistas do Facebook para que tomem decisões mais certeiras. Para Connor, passou do momento de a empresa separar os dois papéis e de Zuckerberg renunciar ou ser demitido. 

Na semana passada, um membro da controladoria de Nova York solicitou mudanças semelhantes na estrutura da empresa em benefício do fundo de pensão municipal da cidade - que possui número significativo de ações do Facebook. Um editorial no The San Francisco Chronicle fez o mesmo apelo em texto de título "por que Mark Zuckerberg deveria deixar o cargo de CEO do Facebook". 

Desde o início da controvérsia envolvendo o vazamento de dados e uso indevido pela Cambridge Analytica, as ações da empresa despencaram em sucessivos pregões. Na queda mais recente, viram uma perda de quase 15%. 

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP.

Contato