Em negocios / grandes-empresas

Apple remove Telegram do iPhone por distribuição de pornografia infantil

Um dos maiores concorrentes do WhatsApp não estava preparado para a distribuição de conteúdo criminoso  

Telegram
(Shutterstock)

SÃO PAULO – Na semana passada, a Apple retirou o Telegram para iOS de sua loja de aplicativos, posteriormente alegando “conteúdo inapropriado”. Agora, o site 9to5mac descobriu do que se tratou este conteúdo: pornografia infantil.

Em uma troca de e-mails entre usuário do Telegram e o diretor de marketing da Apple Phil Schiler, a empresa deixa claro que houve a distribuição desse tipo de conteúdo, e que o Telegram não possuía as ferramentas necessárias para bloqueá-lo. Desta forma, foi retirado do ar temporariamente, até resolver o problema.

No passado, o concorrente do WhatsApp passou por problemas similares relacionados a terrorismo. Diversos governos criticaram a impossibilidade do app de impedir a organização de grupos criminosos através do chat criptografado. Na Indonésia, a empresa acabou criando uma equipe especial para moderação de conteúdo depois disso.  

Contato