Em negocios / grandes-empresas

Subway enfrenta "revolta de franqueados" em meio a muitos problemas nos EUA

Jornais tiveram acesso a memorando que revela promessa de verba de US$ 25 milhões em marketing  

Sanduíche de Frango Subway
(Reprodução / Facebook)

SÃO PAULO – Em meio a uma queda de 25% nas vendas nos últimos 5 anos, o Subway agora enfrenta um problema “dentro de casa”, de acordo com o New York Post. Mais de 400 franqueados nos EUA assinaram uma petição protestando contra uma promoção anunciada pela rede em janeiro, de acordo com informações do NY Post. Nesta terça-feira, de acordo com o jornal, o diretor de marketing da companhia Karlin Linhardt renunciou ao cargo. 

Na tentativa de retomar a atratividade para os consumidores, a rede decidiu alocar US$ 25 milhões em marketing e prometeu nos EUA uma nova promoção de US$ 4,99 para o sanduíche de 30 cm, começando em janeiro. Foi essa promoção que gerou a revolta dos franqueados.

Em carta datada de 6 de dezembro, os franqueados reclamam de ações que os deixaram “não rentáveis ou mesmo insolventes”. A rede agora tem o trabalho de convencer essas pessoas de que uma promoção desse porte é lucrativa, e não prejudicial às unidades. Foram realizadas numerosas reuniões sobre o assunto.

Um memorando interno da empresa, também obtido pelo Post, diz que a queda no tráfego de clientes e, consequentemente, da rentabilidade da rede é “a questão primordial da marca” neste momento.

Consumidores têm preferido gastar seu dinheiro em opções saudáveis de outras redes – inclusive o McDonald’s. Além disso, uma série de escândalos tem assolado a marca, como quando uma análise de DNA determinou que o frango servido pelos restaurantes era apenas "50% frango" ou quando a rede foi processada por servir sanduíches menores que o prometido. 

Contato