Em negocios / grandes-empresas

Amazon inicia "guerra" ao anunciar nova sede de US$ 5 bilhões

Cidades brigam para ver quem lucrar com o empreendimento, primeiro da empresa fora de Seattle  

SÃO PAULO – Com o anúncio de que irá investir US$ 5 bilhões em uma nova sede, a Amazon acaba de decretar uma guerra entre cidades norte-americanas. Será o primeiro endereço da empresa de Jeff Bezos fora da área de Seattle, e muitas outras regiões querem se aproveitar da oportunidade financeira que isso traz.

Na quinta-feira passada, a companhia anunciou a intenção de abrir a sede, que atrairia 50.000 membros da equipe ao local gradativamente. O CEO Bezos disse em nota esperar que ambas as sedes se igualem em tamanho. “O HQ2 da Amazon trará bilhões de dólares em investimentos antes e depois de sua construção, além de dezenas de milhares de empregos bem remunerados. Estamos ansiosos para uma segunda casa”.

Para escolher essa nova casa, a Amazon tem algumas restrições. Deve ser idealmente um município de pelo menos um milhão de habitantes, com aeroporto internacional e ambiente estável e atraente para negócios.

Imediatamente após o anúncio, vários prefeitos de pelo menos 50 cidades nos Estados Unidos e Canadá disseram pretender enviar propostas formais à companhia, de acordo com o Business Insider. Entre elas, estão Chicago, Minneapolis, Toronto, San Diego, Dallas, Denver, Pittsburgh, Baltimore, Boston, Columbus, Detroit, Filadélfia, Phoenix, Vancouver, Kentucky, Washington e Kansas City. As inscrições podem ser feitas até o dia 19 de outubro.

Jeff Bezos
(Bloomberg)

Contato