Em negocios / grandes-empresas

Empresa descobre que seu produto é inútil e demite um quarto dos funcionários  

Máquina de fazer sucos custava US$ 400  

SÃO PAULO – A fabricante da Juicero demitirá 25% de seus funcionários e diminuirá o preço de suas máquinas de fazer suco após descobrir que elas são basicamente inúteis. De acordo com a Bloomberg, em abril clientes descobriram que o processo de espremer as cápsulas vendidas pela empresa poderia facilmente ser realizados com as mãos.

Espécie de Nespresso dos sucos, a Juicero vendia máquinas que supostamente eram a única tecnologia capaz de tirar suco de seus saquinhos cujo conteúdo era de frutas e vegetais processados. O aparelho era vendido por US$ 399, as cápsulas, por entre US$ 5 e US$ 7.

Alegando mudança nos planos de negócios para “escalar” as vendas, a empresa agora demitirá um quarto da equipe e reduzirá o preço de uma segunda geração das máquinas, de acordo com a Fortune.

Ao mesmo tempo, o CEO nega ter se abalado com a descoberta da inutilidade de suas máquinas. Em um post no Medium, Jeff Dunn, presidente da empresa, escreveu: “foi frustrante ler que algo que sempre soubemos, e que nossos clientes simplesmente não estão interessados em fazer, era de alguma forma novo e relevante”. Após o artigo, Dunn disse ter oferecido tempo extra para devolução do produto, e que menos de 5% dos compradores fizeram uso dele.

Juicero
(Reprodução)

Contato