Por Paula Zogbi Em negocios / grandes-empresas  19 abr, 2017 15h46 - Atualizada em 17h07

Serviços como o Uber estão ameaçados no Brasil, e diretor da Cabify explica por quê

Programa no IMTV aborda estratégia, concorrência e outros assuntos relacionados a aplicativos de transporte  

Por Paula Zogbi Em negocios / grandes-empresas  19 abr, 2017 17h07

SÃO PAULO – A Câmara dos Deputados aprovou, no dia 4 deste mês, projeto que cria regras para aplicativos de transporte individual remunerado, como Uber, Cabify e 99 Pop. A medida enfureceu alguns grupos, que temem a impossibilidade de continuidade desses serviços caso a lei realmente passe a vigorar nacionalmente.

Segundo Daniel Bedoya, Diretor Geral da Cabify no Brasil, o formato apresentado pela Câmara e que segue agora para o Senado, transformando todo o transporte individual em transporte público com placa vermelha, realmente pode inviabilizar serviços de transporte individual que não trabalhem com táxis padrão. Isso porque a abordagem inibe a inovação e a plasticidade que é oferecida por essas novas empresas. Danielfoi convidado do InfoMoney Entrevista nesta quarta-feira. 

No programa, Bedoya apontou também a importância de oferecer serviços diferenciados para demandas específicas, explicou a estratégia de preços da empresa e cravou: o diferencial da Cabify nunca foi o preço, mas sim qualidade e segurança. Confira a entrevista, na íntegra, a seguir: 

Contato