Incorporadora Inncorp pretende lançar 200 hotéis econômicos no Brasil

A empresa vai desenvolver no mercado brasileiro a marca Super 8, que pertence ao grupo norte-americano Wyndham Hotel
Por  
a a a

SÃO PAULO (Reuters) - A incorporadora Inncorp pretende lançar 200 hotéis econômicos no Brasil em 10 anos com valor de vendas de 4,2 bilhões de reais, apostando no apetite por serviços de grandes redes hoteleiras em cidades carentes dessa oferta.

A empresa vai desenvolver no mercado brasileiro a marca Super 8, que pertence ao grupo norte-americano Wyndham Hotel, tendo como concorrente mais próxima a bandeira Ibis, da francesa Accor.

"A tendência é que as famílias façam mais viagens de carro com a melhoria das estradas. Entre cinco a dez anos, queremos estar na rota dos viajantes que programam a parada para dormir no caminho", disse o presidente da Inncorp, Dan Fonseca.

Nesta terça-feira, a Inncorp anuncia a construção de 20 hotéis no Rio Grande do Sul em parceria com a incorporadora gaúcha Fisa. O primeiro deles será em Caxias do Sul. Unidades nos municípios de Rio Grande e Canoas virão em seguida.

Para otimizar os gastos, a Inncorp irá replicar o mesmo projeto arquitetônico em todas as unidades: prédio de quatro andares com 100 quartos de 16 metros quadrados cada, equipados com banheiro, ar-condicionado, frigobar e TV.

A construção também seguirá um padrão. A incorporadora mira terrenos de 4.500 metros quadrados à beira da estrada de cidades de médio porte, com intensa atividade comercial, turística ou industrial.

O diretor de desenvolvimento da Wyndham Hotel para América Latina e Caribe, Louis Alicea, dissociou a aposta no Brasil aos grandes eventos esportivos que o país vai sediar nos próximos anos. Ele acredita no retorno dos projetos apesar do fraco crescimento da economia brasileira neste momento.

"Quem constrói só para Copa e Olimpíadas vai fracassar, porque esses são eventos de duas semanas. Temos fé na demanda das famílias médias, que buscam um quarto limpo e com comodidades fora das áreas metropolitanas", afirmou Alicea.

Embora não partipe do financiamento dos projetos, o grupo Wyndham é responsável por fornecer treinamento e suporte para os hotéis Super 8. O desenvolvimento ficará a cargo da Inncorp, que buscará expandir a rede por meio de parcerias com incorporadoras locais e recursos de fundos imobiliários.

No Estado de São Paulo, a Inncorp atuará com a construtora Ladeira Miranda para 18 hotéis ao longo da rodovia Dutra. Uma parceria com uma incorporadora do Paraná está em fase final de negociações.

Ao mesmo tempo, a Inncorp trabalha com duas instituições financeiras para lançar fundos de investimento imobiliário no segundo semestre. O dinheiro será investido na construção de mais 30 hotéis no Estado de São Paulo.

O presidente da Inncorp prevê um retorno que iguale o investimento feito com uma taxa de ocupação de 45 por cento. Segundo Fonseca, análises de viabilidade dos empreendimentos encomendadas pela empresa apontam ocupação de 65 a 70 por cento no primeiro ano de operação dos hotéis nas cidades escolhidas.

(Por Marcela Ayres)

Deixe seu comentário

Ariel Yaari (11/06/2013 20:55:59) Modelo de negócios de muito sucesso!