Em negocios / como-vender-mais

Nova campanha do Ministério dos Transportes gera polêmica nas redes sociais; assista

Chamada "Gente Boa Também Mata", a ideia da campanha é que pessoas que realizam boas ações podem cometer infrações de trânsito que são fatais

Campanha Ministério dos TRansportes
(Reprodução/Facebook)

SÃO PAULO – Lançada nesta segunda-feira (2), a nova campanha do Ministério dos Transportes gerou polêmica entre os internautas nas redes sociais. Chamada “Gente Boa Também Mata”, ela conta com um vídeo e cartazes espalhados por diversas cidades.

vídeo, publicado na página oficial do Facebook e no Twitter do Ministério, apresenta pessoas que realizam trabalho voluntário, plantam árvores, alimentam e resgatam animais de rua e realizam outras boas ações, mas que, apesar disso, também atendem ligações ou respondem mensagens ao volante e porem “pôr tudo a perder”; a ideia do Ministério é mostrar que mesmo quem pratica bons atos também pode matar no trânsito.

Na publicação no Facebook, um usuário criticou: “Muito infeliz este vídeo. Não importa se você é pessoa boa ou ruim, todo o erro é passível de consequência”. Até o mento de publicação desta matéria, ele teve mais de 25 mil compartilhamentos.

Também em seu perfil nas redes sociais, o deputado federal Ricardo Tripoli (PSDB-SP), coordenador da Frente Ambientalista do Congresso Nacional, afirmou que já pediu para que a campanha seja retirada das ruas, acompanhando a imagem de um dos cartazes. “Seguimos vigilantes!”, finalizou.

Alguns dos cartazes espalhados em pontos de ônibus dizem que “o melhor aluno da sala pode matar”, “quem resgata animais na rua pode matar”, entre outros slogans que remetem à mesma ideia.

Até o momento de publicação desta matéria, o Ministério dos Transportes não havia se pronunciado sobre a polêmica.

Assista, abaixo, ao comercial da campanha:

Contato