Em minhas-financas / turismo

Avião que fará o voo comercial mais longo do mundo está pronto para fase de testes

A aeronave é capaz de fazer voos de 20 horas sem escalas  

Airbus A350 Ultra Long Range
(Divulgação)

SÃO PAULO -  A primeira versão do Airbus A350 XWBUltra Long Range está pronta para começar a fazer testes em Toulouse, França. A aeronave poderá voar mais longe do que qualquer outro avião comercial e começa a operar em serviço da Singapore Airlines no final deste ano.

Ao todo, a companhia aérea encomendou sete aeronaves desse tipo, que utilizará em voos sem escalas entre Singapura e os Estado Unidos, incluindo o serviço comercial mais longo do mundo entre Singapura e Nova Iorque.

Após a conclusão da montagem da aeronave, ela foi levada para uma estação externa onde será submetida a extensos testes de solo, antes da instalação de seus motores.

A aeronave partirá em um curto programa de testes de voo para fazer a certificação do sistema de combustível que aumenta em 24 mil litros a capacidade do transporte do líquido, sem a necessidade de tanques adicionais. Essa fase de testes também medirá o desempenho das melhorias aerodinâmicas como os winglets (dispositivos aerodinâmicos de ponta de asa) estendidos.

Com um peso máximo de decolagem (MTOW) de 280 toneladas, a aeronave chega a voar até 9.700 milhas náuticas ou mais de 20 horas sem escalas.

O A350 XWB é uma nova família de aeronaves de fuselagem larga de longo percurso com  novo design aerodinâmico, fuselagem e asas de fibra de carbono, além de novos motores Rolls-Royce. Juntas, essas tecnologias oferecem uma redução de 25% na queima de combustível e emissões e custos de manutenção significativamente menores.

Até o momento, a Airbus já recebeu um total de 854 encomendas  de 45 clientes em todo o mundo. A Singapore Airlines é um dos maiores clientes da família A350 XWB, tendo encomendado um total de 67 A350-900, incluindo os sete modelos Ultra Long Range.  

Veja foto do novo avião: 

a350-xwb-ultra-long-range

Traders contam como conseguem viver só do lucro de suas operações na Bolsa; veja!

Contato