Em minhas-financas / turismo

Aéreas são acusadas de cobrar a mais por assentos próximos em voo

Pessoas que viajam acompanhadas estariam sendo prejudicadas por regra às escuras

Ipad no avião
(Shutterstock.com)

SÃO PAULO -  Uma investigação da Autoridade de Aviação Civil do Reino Unido quer descobrir se as companhias aéreas do país estão separando propositalmente os assentos de pessoas que viajam juntas para lucrar com cobrança extra na escolha de assentos próximos.

O órgão descobriu que 18% dos passageiros que não pagaram mais caro tiveram de viajar longe de seus acompanhantes.

Para essas passagens, é possível optar por viajar sem demarcar o assento, pagando mais barato, ou “comprar” a escolha de poltrona por uma tarifa extra. As aéreas estariam, de acordo com a autoridade, separando pessoas que viajam juntas propositalmente no primeiro caso, em que não cabe ao passageiro escolher onde se sentar.

Agora, a investigação exige mais informações sobre as políticas de escolha de poltrona das companhias para averiguar se há justiça no tratamento dos passageiros e se as políticas de preços praticadas são transparentes.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP.

Contato