Em minhas-financas / seguros

Seguro voltado para doenças graves é opção para brasileiros que perderam cobertura de plano de saúde

Mais de dois milhões de brasileiros perderam os planos de saúde nos últimos dois anos

Dinheiro
(Filipe Frazao)

*Escrito por Mongeral Aegon

De acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar, mais de dois milhões de
brasileiros perderam seus planos de saúde nos últimos dois anos. Ao mesmo tempo, segundo pesquisa do Hospital Albert Einstein, o mal de Alzheimer atinge mais de dois milhões de brasileiros por ano. Já segundo o Inca, serão mais 600 mil novos casos da doença no biênio 2016-2017. Diante deste cenário, uma cobertura que vem ganhando força no mercado segurador é o de Doenças Graves.

O novo seguro Doenças Graves permite que o cliente contrate um benefício no caso de diagnóstico de uma das doenças cobertas. Dentre as mais comuns são câncer, infarto, paralisia, mal de Alzheimer e até procedimentos como transplante.

“É natural que o segurado, no caso do diagnóstico, utilize o valor contratado pela
cobertura para financiar uma cirurgia, medicamentos ou um tratamento específico
com foco na cura da doença”, explica Patrícia Costa, gerente de Produtos e Inteligência de Mercado da Mongeral Aegon.

Outra vantagem desta cobertura é o baixo custo em relação a outras opções, como
planos de saúde. “Na Mongeral Aegon, é possível uma pessoa de 34 anos contratar R$ 200 mil de benefício por R$60 mensais”, completa Patrícia.

O processo de contratação de um seguro para Doenças Graves é muito simples. Basta entrar em contato com um profissional especializado em soluções de seguros vida. Ele analisará o seu perfil e suas necessidades e irá propor as melhores soluções, como os mais adequados valores de benefício.

Contato