Em minhas-financas / planeje-suas-financas

Pai cria método que desconta desobediência em mesada de filhos e faz sucesso na web

A imagem, publicada no dia 7 deste mês em seu perfil, já teve quase 100 mil compartilhamentos

SÃO PAULO - Como você está educando seu filho em relação ao dinheiro? Muitos pais não saberiam responder ao certo essa pergunta. Mas esse não é o caso do juiz do trabalho Vitor Yamada, o pai que deu o que falar no Facebook após publicar uma foto de uma planilha para pagar a mesada de seus filhos Giullia, de 8 anos e Vitor, de 6.

A imagem, publicada no dia 7 deste mês em seu perfil, já teve quase 100 mil compartilhamentos. Ela mostra como é feita a administração da mesada de R$ 50, distribuída mensalmente para cada filho. O método desconta entre R$ 0,25 e R$ 3 de cada “desobediência” feito durante o mês, que pode ser desde reclamar de ir para a escola até desobedecer aos pais.

No final do mês, cada “desobediência” é devidamente descontada e seus filhos recebem a mesada com o valor “reajustado”.

*Para ver a imagem completa, clique aqui.

Esse é um dos exemplos de medidas que podem ajudar na educação financeira de crianças. Mas, o educador financeiro e presidente da DSOP, Reinaldo Domingos, lembra que os próprios pais, muitas vezes, não sabem lidar com o dinheiro de forma sustentável. “O primeiro passo é encontrar aonde nasce esse problema. Os maiores responsáveis pelos comportamentos futuro dos filhos sempre serão os pais”, conta Domingos.

Segundo Domingos, é preciso buscar se aperfeiçoar sobre o tema, buscar pelo conhecimento sobre finanças. Além disso, é importante que os pais busquem que as escolas insiram em suas grades curriculares esse conteúdo (podendo ser na educação infantil, fundamental ou no ensino médio). “Felizmente cresce as escolas com essa preocupação”, acrescenta o educador.

Mas, além dessas preocupações, os pais também têm importância nas influências externas. "Nesse caso, devem limitar ou controlar o acesso das crianças às mensagem publicitárias e conversar com eles sobre os temas e desejos, também observar com quem as crianças está se relacionando e como isso está influenciando", finaliza o educador.

Planilha educação financeira
(Reprodução)

Contato