Brasil terá caixas eletrônicos para realização de transações de câmbio

Conselho Monetário Nacional aprova realização de transação eletrônica de compra e venda de moeda estrangeira no País
Por Welington Vital  
a a a

SÃO PAULO – O Brasil está próximo de receber os primeiros caixas eletrônicos para realização de transações de Câmbio. Com a autorização do CMN (Conselho Monetário Nacional) para instalação de máquinas de compra e venda de moeda estrangeira em locais de grande circulação por bancos ou casas de câmbio, as instituições já começam a se programar para implementar essa nova ferramenta no País.

Atualmente, as Hess Latam é a empresa que irá implantar esse equipamento no Brasil. Segundo o diretor presidente da empresa, Demilson Guilhem o funcionamento é similar ao de um caixa eletrônico convencional.

A Hess ForEx, como é chamada, permite realizar a atividade de câmbio 24 horas por dia.

O usuário pode incluir até 15 tipos diferentes de moedas e receber até três tipos na hora da troca. Tudo depende da configuração instalada por quem adquire a máquina. Seu manuseio é simples, sendo possível atualizar a taxa de câmbio de cada moeda estrangeira e avaliar as transações realizadas em tempo real.

Para realizar a transação basta inserir a cédula de origem, realizar a identificação pessoal e selecionar a moeda que deseja comprar. O equipamento realiza a leitura precisa da moeda inserida e já faz cotação do dia.

A legislação brasileira exige que qualquer valor de transação de moeda financeira tenha uma identificação para evitar os crimes de lavagem de dinheiro.

Guilhen explica que esse equipamento já está instalado em 40 países principalmente Europa, Ásia e Oceania.

Cartão de débito e on-line
Também é possível comprar com o cartão de débito ou pela internet. Para fazer a compra de moeda on-line o procedimento é similar a uma transação de compra de ingresso pela internet. O usuário efetua a compra pelo site da casa de câmbio e recebe um PIN que de ser inserido no caixa eletrônico onde será liberadas as cédulas.

Negociações
Segundo Guilhen, as negociações com as casas de câmbios e bancos já estão em andamento e em curto prazo será possível estimar uma data para a instalação desses pontos eletrônicos de venda de câmbio.

“Posso assegurar que temos negociações dos grandes players do mercado de câmbio e muito em breve essa ferramenta já estará disponível para os brasileiros”, ressalta Guilhen

Assuntos relacionados: Câmbio Compras Dinheiro

Deixe seu comentário