Alta renda se preocupa mais com localização do banco do que com taxas

Pesquisa revela que entrevistados fazem uso de cheque especial, cartão de crédito e crédito pessoal para contas do dia a dia
Por Juliana Américo Lourenço da Silva  
a a a

SÃO PAULO – Pesquisa realizada durante o evento Casa Cor, pela Enfoque Pesquisas - por  iniciativa do idealizador do projeto, Marcos Cantarino - revela que o atendimento (28%) e a localização (21%) são os atributos mais importantes para a escolha de um banco, do que taxas, tarifas e facilidade do uso de meios eletrônicos. 

O levantamento também mostrou que, dos entrevistados - 127 pessoas de alta renda, sendo 56% mulheres e 62% com mais de 40 anos - 72% informou conhecer as taxas de juros aplicadas pelos bancos, porém, somente metade saberia dizer qual o número de saques gratuítos por mês que podem efetuar em um caixa eletrônico.

Ainda segundo a pesquisa, os clientes de alta renda utilizam linhas de crédito, como cartão de crédito, crédito pessoal e cheque especial, para despesas do dia-a-dia. 

Reclamações
Em relação as insatisfações com o atendimento prestado, 65% responderam reclamar diretamente à gerência. Sendo que 4% trocariam de banco e 3% trocaria de agência, em casos de insatisfação. Quanto aos horários de atendimento nas agências, 32% se declararam insatisfeitos. Já em relação ao tempo máximo, regulamentado, na fila de espera, 59% responderam conhecer a medida, porém 63% não sabe o que fazer caso o limite seja ultrapassado. 

Tecnologia
Quanto as expectativas para o futuro, 87% acreditam que a tecnologia pode ajudar no atendimento feito em agências bancárias. 

Deixe seu comentário