IR 2014: programa já está disponível para download

Ao entrar no site da Receita, o contribuinte já encontrará a opção de baixar os programas, tanto de declaração como de envio do documento
Por Juliana Américo Lourenço da Silva  
a a a

SÃO PAULO – Desde às 8h desta quarta-feira (26), já está disponível para download o programa IRPF 2014, para a Declaração de Ajuste Anual.

De acordo com a Receita Federal do Brasil, o programa pode ser utilizado em qualquer sistema operacional, desde que obedecidos alguns requisitos, entre eles, a instalação da máquina virtual java (JVM), já que da forma como o programa foi desenvolvido não pode ser executado sem a JVM.

Como fazer o download
Ao entrar no site da Receita, o contribuinte já encontrará o tutorial do IR 2014 que, entre outras funções, contém os programas para download. Ao clicar em Download de Programas, na página seguinte, basta escolher o sistema operacional a ser utilizado e seguir as orientações.

Após a seleção, clique no link “Programa IRPF 2014” para fazer o download e siga as instruções do próprio programa. Para ajudar o contribuinte, na página do download também constam instruções de instalação e um tutorial de instalação.

Envio só em março
Apesar de o programa de preenchimento já estar disponível, o envio da declaração será permitido apenas a partir do dia 6 de março. Para a transmissão da declaração via internet, é necessária a instalação do programa Receitanet, também disponível na página da Receita.

Este ano, o contribuinte também poderá declarar o IR por smartphones e tablets pelo aplicativo APP Pessoa Física.

Assuntos relacionados: Receita Federal

Deixe seu comentário

Waldir Mangili (26/02/2014 14:14:57) Como o governo é ágil no quesito de obter receita. Por que essa "receita" (maneira de agir) não é disseminada em todos os órgãos governamentais, especialmente os relacionados à prestação de serviços, como saúde, segurança, educação, processos judiciais, e, tantos outros??????......!
Josue De Moraes (26/02/2014 19:54:06) Pq são todos uns FDP. Esse país é uma merda quando se trata de oferecer serviços eficientes a população.
Carlito Argenta (26/02/2014 20:26:34) sim que merda....
Pedro Luiz Vidigal Delmaschio (26/02/2014 21:46:18) ... e só foi corrigido em 4,5% e a inflação "oficial" beirando os 6%.