Infraestrutura de crédito imobiliário é positiva, mas custos desagradam

Segundo pesquisa da Proteste, maior parte dos financiamentos é liberada em até um mês
Por Gladys Ferraz Magalhães  
a a a

SÃO PAULO - O consumidor está satisfeito com a infraestrutura e o tempo para liberação do crédito imobiliário. Contudo, os custos ainda desagradam, segundo revela pesquisa realizada pela Proteste – Associação de Consumidores.

De acordo com o levantamento da entidade, em uma escala de zero a 100 pontos, itens relacionados com a infraestrutura do crédito foram bem avaliados pelo consumidor, atingindo 72 pontos o quesito liberação, 70 a competência dos funcionários envolvidos, 66 as modalidades de pagamento e 65 a informação pré-contratual.

Por outro lado, entre os aspectos do financiamento considerados mais negativos estão as condições financeiras (61 pontos), a possibilidade de reembolso antecipado (53 pontos), a quantidade de serviços e produtos que o mutuário teve que contratar para obter o financiamento (53 pontos) e a possibilidade de modificação das condições de financiamento (51).

Crédito Imobiliário
No geral, avalia a Proteste, o crédito imobiliário obteve satisfação regular, com 68 pontos, sendo que 73% dos entrevistados conseguiu a aprovação deste em um curto período de tempo, em até um mês.

A maior parte, 31%, buscou o financiamento imobiliário para a compra do primeiro imóvel. O valor médio do crédito foi de R$ 85.424 e 18 anos é a média de tempo para quitar a dívida.

Deixe seu comentário