Bancos liberam crédito para antecipação do décimo terceiro

Consultor aconselha que recurso seja utilizado apenas para pagar dívidas pesadas e não contrair novos empréstimos
Por Equipe InfoMoney  
a a a

SÃO PAULO – Os bancos já abriram a temporada de concessão de crédito para quem quer antecipar o décimo terceiro salário. O Banco do Brasil, por exemplo, liberou, entre janeiro e junho deste ano, cerca de R$ 755 milhões em recursos para antecipação do décimo terceiro salário.

O valor é 25% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, ainda, até o final do mês de julho, foram registradas 910 mil operações com tíquete médio de R$ 830.

Quem deve utilizar esse recurso?
As linhas de crédito para antecipação do 13º devem ser utilizadas sobretudo por aquelas pessoas que estão endividadas e pagando taxas superiores às praticadas nesse tipo de empréstimo, como as do cheque especial ou do cartão de crédito, avalia o consultor financeiro Rogério Nakata. Assim, elas podem pagar tais dívidas com taxas de juros menores.

O consultor pontua que contrair novas dívidas deve ser sempre evitado, mas, se o objetivo for pôr em ordem o orçamento e se livrar de dívidas anteriores, considere a opção. Lembrando sempre de observar as condições dos empréstimos, as taxas de juros e negociar com o banco melhores formas de pagamentos. 

O 13º é um recurso que deveria ser utilizado de forma diferente da que a maioria das pessoas normalmente utiliza, ou seja, pagar dívidas acumuladas ou mesmo contas que poderiam ser quitadas por meio de economia. Nesse sentido, Nakata lembra que muitas pessoas utilizam o abono para pagar o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) ou o IPVA (Imposto sobre Propriedade Veículos Automotores), sendo que, se fosse feito uma economia ao longo de todo o ano, essas contas poderiam ser pagas à vista e sem a utilização do 13º. 

Nakata aconselha que os indivíduos tentem usar o 13° para acumular capital destinado a casos de emergência, fazer investimentos ou mesmo pagar uma grande viagem ou o intercâmbio do filho, por exemplo. Lembre-se de que, fazendo economia ao longo do ano, é possível pagar as dívidas do começo do ano sem precisar desse recurso.

Condições para antecipar 13º salário
Se os cálculos estão na ponta do lápis e você tem certeza de que antecipar o 13º vale a pena, então, fique de olho nas condições que os bancos oferecem para essa linha de crédito. É importante lembrar que, para pegar o empréstimo, é preciso ser correntista da instituição:

  • Banco do Brasil: antecipa até 80% do valor total, para clientes que recebem em uma parcela. A quitação deve ocorrer quando for liberado o 13º ou no vencimento final do contrato, o que ocorrer primeiro, e a instituição financeira aplica uma taxa de juros que pode variar entre 3,21% e 4,55% ao mês. Aposentados e pensionistas do INSS também podem antecipar o décimo terceiro.
  • Caixa Econômica Federal: o limite para contratação chega a 90% do valor do décimo terceiro. A taxa de juros vigente para o produto é de 2,90% ao mês. O prazo máximo de contratação é de 330 dias e os juros são cobrados apenas na liquidação do empréstimo. O valor mínimo de contratação é de R$ 500 e o máximo corresponde a R$ 20 mil.
  • Itaú-Unibanco: é possível antecipar o décimo terceiro salário com valores que podem chegar a R$ 10 mil. No ano passado, o limite da linha era de R$ 12 mil. Neste ano, as taxas de juros começam a partir de 2,92% ao mês. A quitação, em parcela única, deve ser em 20 de dezembro, data em que as empresas finalizam o pagamento do benefício.
  • Santander: as instituições antecipam até 100% do valor líquido do abono, com taxas de juros a partir de 3,49% ao mês – superior aos 2,95% cobrados no ano anterior. O pagamento da antecipação deverá ser feito com prazo máximo até o dia 20 de dezembro.
  • Bradesco: no banco, poderá ser antecipado até 80% do valor do 13º, com taxas a partir de 2,73%. O financiamento referente a 40% da primeiro parcela deve ser pago até 30 de novembro de 2011 e o restante deve ser pago até 20 de dezembro de 2011. Aposentados e pensionistas também têm acesso ao recurso, podendo antecipar até 50% do valor da segunda parcela do 13º, com vencimento na data do recebimento do benefício.
  • HSBC: na instituição, os clientes correntistas podem antecipar até 50% do valor do 13º. O valor é liberado na conta-corrente no dia da contratação, que poderá ser feita até 18 de novembro. A taxa de juros praticada é de 2,99% ao mês e o valor mínimo da operação é de R$ 300, sendo o máximo de R$ 10 mil – limitado a 50% da renda. O pagamento do empréstimo é feito no dia 20 de dezembro de 2011.
Assuntos relacionados: IOF Taxas de Juros

Deixe seu comentário