Em minhas-financas / consumo

Estoque de supermercados já caiu pela metade, informa associação

Mesmo após o fim da paralisação dos caminhoneiros, serão necessários de 5 a 10 dias para que o abastecimento dos supermercados volte ao normal

Compras de supermercado
(Shutterstock)

SÃO PAULO - Os estoques de produtos não-perecíveis nos supermercados - menos afetados inicialmente com a greve dos caminhoneiros - já está pela metade, segundo informações da Abras (Associação Brasileira de Supermercados). As manifestações da categoria completam nesta terça-feira (29) nove dias.

Mesmo após o fim da paralisação dos caminhoneiros, serão necessários de 5 a 10 dias para que o abastecimento dos supermercados volte a se normalizar.

Neste cenário, a associação que representa os supermercados do país alerta que “medidas urgentes precisam ser tomadas”, para garantir a qualidade no abastecimento da população. “O setor tem sofrido mais com a falta de abastecimento de produtos perecíveis, prejudicando as seções de hortifrúti, açougue e laticínios e derivados”, informa a Abras.

Contato