Em minhas-financas / consumo

Desconfiado da qualidade da gasolina? Veja 3 testes que os postos são obrigados a fazer na presença do consumidor

Muitas cidades do país já relatam o fim de gasolina e etanol, mas ainda é possível encontrar combustível em algumas localidades

Combustível
(Divulgação Petrobras)

SÃO PAULO - A paralisação dos caminhoneiros, que já está em seu quinto dia, levou a uma corrida aos postos de combustíveis diante do receio de desabastecimento da população. Muitas cidades do país já relatam o fim de gasolina e etanol, mas ainda é possível encontrar combustível em algumas localidades, especialmente gasolina aditivada. Mas será que, com toda essa confusão, os combustíveis que ainda estão disponíveis são confiáveis?

A ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) explica que o consumidor pode solicitar três testes para verificar a qualidade do combustível - e o posto é obrigado a fazer. Veja quais são eles:

>> Teste da Proveta
Se suspeitar da qualidade de uma gasolina, você pode e deve solicitar que se faça, na hora, o teste da proveta, que mede a porcentagem de etanol anidro misturado à gasolina. O percentual deve ser de 27%. O teste de teor de etanol presente na gasolina é feito com solução aquosa de cloreto de sódio (NaCl) na concentração de 10% p/v, isto é, 100g de sal para cada 1 litro de água.

>> Teste de volume
Caso suspeite estar levando menos combustível do que comprou (fraude conhecida como “bomba baixa”), exija que o posto faça o teste na sua frente, usando a medida padrão de 20 litros aferida e lacrada pelo Inmetro. Se o visor da bomba registrar quantidade diferente da que foi adicionada ao recipiente de teste, reclame e denuncie. A diferença máxima permitida é de 100 ml para mais ou para menos.

>> Teor alcoólico do etanol
O produto deve ter entre 92,5% e 95,4% (etanol premium deve ter entre 95,5% e 97,7%). Para este teste, o equipamento é o termodensímetro, que deve estar fixado nas bombas de etanol. Observe o nível indicado pela linha vermelha, que precisa estar no centro do densímetro – não pode estar acima da linha do etanol. Observe também se o etanol está límpido, isento de impurezas e sem coloração alaranjada. Caso constate uma situação diferente, entre em contato com a ANP pelo Centro de Relações com o Consumidor (CRC).

Quer investir no Tesouro Direto e em fundos imobiliários com TAXA ZERO? Clique aqui e abra sua conta na Rico Investimentos

Contato