Em minhas-financas / consumo

Anvisa proíbe 8 produtos para o cabelo; um deles tinha substância cancerígena

Cosméticos eram comercializados de forma clandestina 

cabelo
(Shutterstock)

SÃO PAULO - A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu 5 produtos para o cabelo nesta semana que eram comercializados de forma clandestina. Em um dos casos, um alisante capilar, continha formol na fórmula e a substância é proibida como alisante por ser cancerígena.

Veja os produtos proibidos:

>> Os produtos Poderoso Cremão - Madame Look, Coisa de Louco - Madame Look, Verão - Madame Look e Comigo Ninguém Pode - Madame Look eram fabricados sem registro, notificação ou cadastro na Anvisa. A empresa fabricante é desconhecida e o produto colocava indevidamente no rótulo a fabricante Anselmo Mendes Molina Franca – ME.

>> O Condicionador para Cabelos Normais, da marca Cocoricó, também é fabricado por empresa desconhecida, sem registro, e usa indevidamente o fabricante 5s Indústria e Comércio de Cosméticos Ltda.-ME no rótulo.

>> Além de utilizar um CNPJ de forma indevida, o Argan Oil, da marca Jhor's, também era fabricado e comercializado sem autorização, por uma empresa desconhecida

>> O BTX - Botox - Realinhamento Térmico era fabricado pela empresa Ivel Indústria de Perfumes e Cosméticos Ltda., sem notificação ou registro. O produto ainda foi reprovado na análise de quantidade de formol.

>> No caso do Botox Capilar Di Biazzi, foi identificado que a notificação do produto, fabricado pela empresa Gabriellen Indústria e Comércio de Cosméticos Ltda., está em desacordo com a resolução vigente.

Quer fazer seu dinheiro render mais? Clique aqui e abra uma conta na Rico 

Contato