Em minhas-financas / consumo

Compartilhamento de bicicletas em São Paulo ganha modernização

Sistema será desativado para substituição das estações existentes  

bicicletas Itaú - praia de Copacabana - Rio
(Divulgação/Itaú)

SÃO PAULO – O programa Bike Sampa, patrocinado pelo Itaú e operado pela tembici, está suspenso durante uma semana para reformas significativas, anunciou o banco nesta segunda-feira (22). Em parceria com a Prefeitura de São Paulo, o programa de mobilidade urbana será totalmente renovado com previsão de reabertura no dia 30 de janeiro.

Com 25 estações e 2.600 bicicletas, o sistema como um todo será modernizado. As bikes serão substituídas por modelos mais robustos, e o sistema em si contará com maior apoio de tecnologias de compartilhamento para funcionar.

Segundo o Itaú, a capital paulista é a segunda a receber as novidades, que chegaram na Grande Recife em 11 de setembro. As empresas enviaram à imprensa uma lista com todas as novidades. Confira o que muda:

Nas bicicletas:

- Design mais moderno e exclusivo para compartilhamento, sendo mais leves, ergonômicas e robustas

- Cesto adaptável para o tamanho da bagagem de mão do ciclista, sem acumular água ou sujeira

- Pneus com lados reflexivos e em aro 24 proporcionam uma pedalada mais dinâmica, segura e confortável. Possui tecnologia antifurto, exclusivo no Brasil

- Cobre-correntes que protege a roupa do ciclista

- Banco confortável e canote do selim com marcas para ajuste de altura

- Sistema de freios ‘Rollerbrake”, que garante freadas mais seguras

- Configuração de marchas para três velocidades

- Refletores frontais e traseiros com sistema de iluminação “Dynamo” com 10 mil horas de vida útil e que permanece aceso por até 90 segundos, dando mais segurança para quando o ciclista aguarda no semáforo

- Dispositivo de trava com sistema anti-furto

 Nas estações:

- Layout exclusivo que não gera poluição visual, foram concebidas para operar de forma ágil, inteligente e simples

- Abastecimento por painéis solares que garantem a autossuficiência energética (preparadas para eventual uso de bicicletas elétricas futuramente)

- Solução modular para as bicicletas, sendo possível adicionar ou remover docks conforme a necessidade. Sem necessidade de fixação ao solo

- Média de 18 vagas por estação

- Quiosque com interface de pagamento digital, de forma mais didática e de fácil utilização, com comunicação sem fio que agiliza o processamento de pagamentos e a transmissão de dados

 No aplicativo:

- Permite o ciclista planejar o passeio, pagar e desbloquear a bicicleta com o código gerado pelo aplicativo

- Encontrar estações próximas manualmente ou usando GPS do dispositivo

- Encontrar bicicletas disponíveis por pontos de devolução livres

- Marcar as estações favoritas

- Encontrar rota para um destino com informações de distância e elevação

- Registrar as viagens com o GPS

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP.

Contato