Em minhas-financas / consumo

Agrotóxico é encontrado em sorvetes da Ben&Jerry’s

Substância provavelmente está presente nos ingredientes suplementares, como manteiga de amendoim e massa de biscoito

SÃO PAULO – Pesquisa realizada em julho pela Associação de Consumidores de Orgânicos, dos Estados Unidos, 10 de 11 amostras analisadas de sorvetes da marca Ben&Jerry’s, da Unilever, possuíam resíduos de glifosato, um dos agrotóxicos mais utilizados em plantações transgênicas e provável agente cancerígeno.

Segundo a marca e a associação, o glifosato encontrado provavelmente está presente nos ingredientes suplementares, como manteiga de amendoim e massa de biscoito. Esses produtos contêm trigo, aveia e amendoim, que são frequentemente pulverizados com o herbicida para facilitar o processo de secagem.

Cabe destacar que nenhum dos sorvetes analisados apresentou resíduos do agrotóxico em quantidade superior ao permitido nos Estados Unidos. Contudo, o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) afirma que pesquisas demonstram que o consumo diário de glifosato gera alterações metabólicas, interferindo na capacidade do corpo quebrar gorduras, e seu acúmulo contribui para o desenvolvimento de doenças hepáticas.

Em uma entrevista para o jornal The New York Times, o diretor global de missão social da marca, Rob Mihalak, afirmou que a empresa está trabalhando para assegurar que todos os ingredientes utilizados na fabricação dos produtos fossem livres de organismos geneticamente modificados, cujo cultivo geralmente exige o uso de pesticidas como o próprio glifosato.

Segundo o diretor, o glifosato encontrado pode ser proveniente de algo que nem sequer pertence à cadeia de fornecedores, e portanto, não o registram.

Ben & Jerry's
(Divulgação)

Contato