Em minhas-financas / consumo

Prontuário eletrônico deve chegar a todos os pacientes até 2018

Médico pode acessar histórico do paciente e evitar exames duplicados ou consultas repetidas

SÃO PAULO – O Ministério da Saúde estabeleceu a meta de implantar prontuário eletrônico em todas as unidades básicas de saúde do Brasil até o fim de 2018. Atualmente, apenas 35,7% dessas unidades usam a ferramenta.

 Além de qualificar o atendimento à população, o prontuário eletrônico é uma tecnologia que permite a economia de recursos, segundo a pasta. Com ele, o médico tem acesso ao histórico do paciente e, dessa maneira, pode ser evitados exames duplicados ou consultas repetidas.

 Além disso, já está em curso uma proposta para implementar a biometria para os funcionários, o que ajudará no monitoramento de metas de desempenho, cumprimento de horários e tempo destinado à consulta.

Planos de Saúde idosos
(Thinkstocks)

Contato