Por Paula Zogbi Em minhas-financas / consumo  20 mar, 2017 17h47

Anvisa proíbe lote de paçoca por excesso de substância com potencial cancerígeno

Substância não pode ser consumida pela população por ser cancirogênica

Por Paula Zogbi Em minhas-financas / consumo  20 mar, 2017 17h47

SÃO PAULO – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) interditou o lote 0027 do Doce de Amendoim Paçoca Rolha, marca Dicel, nesta segunda-feira. O motivo foi o excesso de aflatoxinas, espécies de micotoxinas encontradas em alimentos - no caso, o teor acima do tolerado da substância cancirogênica aflatoxinas.

As micotoxinas são metabólitos tóxicos produzidos por algumas espécies de fungos. Elas podem contaminar tipos diversos de alimentos de forma natural e seu controle é trabalhoso.

De acordo com relatório do Laboratório de Análise Micotoxicológicas (LAMIC - Santa Maria/RS), foi detectado teor de aflatoxinas acima do Limite Máximo Tolerado (LMT) permitidos para amendoim e derivados. A Anvisa explica que aflatoxinas são substâncias tóxicas e carcinogênicas, e, por isso, produtos fora da especificação não podem ser consumidos pela população.

O lote tem data de fabricação em 18/11/2016 e data de validade 18/11/2017.

Paçoca
(Shutterstock)

Contato