Em minhas-financas / consumo

Anvisa proíbe lote de paçoca por excesso de substância com potencial cancerígeno

Substância não pode ser consumida pela população por ser cancirogênica

SÃO PAULO – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) interditou o lote 0027 do Doce de Amendoim Paçoca Rolha, marca Dicel, nesta segunda-feira. O motivo foi o excesso de aflatoxinas, espécies de micotoxinas encontradas em alimentos - no caso, o teor acima do tolerado da substância cancirogênica aflatoxinas.

As micotoxinas são metabólitos tóxicos produzidos por algumas espécies de fungos. Elas podem contaminar tipos diversos de alimentos de forma natural e seu controle é trabalhoso.

De acordo com relatório do Laboratório de Análise Micotoxicológicas (LAMIC - Santa Maria/RS), foi detectado teor de aflatoxinas acima do Limite Máximo Tolerado (LMT) permitidos para amendoim e derivados. A Anvisa explica que aflatoxinas são substâncias tóxicas e carcinogênicas, e, por isso, produtos fora da especificação não podem ser consumidos pela população.

O lote tem data de fabricação em 18/11/2016 e data de validade 18/11/2017.

Paçoca
(Shutterstock)

Contato