Em minhas-financas / consumo

Senado gastará R$ 696 mil com iPhones e outros smartphones para parlamentares

Casa faz compra adicional de 360 celulares apesar de já contar com telefones fornecidos em comodato

SÃO PAULO – O Senado tem um contrato de telefonia que prevê o fornecimento de aparelhos celulares para os parlamentares. Porém, mesmo assim, a Casa abriu procedimento licitatório para a compra de outros 360 aparelhos celulares de última geração. De acordo com o site IG, ao todo, o Senado estima gastar R$ 696 mil com os novos aparelhos, que devem ser entregues a partir do mês de fevereiro.

A publicação afirma que os telefones serão destinados aos senadores que não quiserem utilizar os aparelhos corporativos do Senado. A licitação prevê a compra de 90 iPhones 6 ou “similares”, com “tela retina HD de no mínimo 4,7 polegadas”; de 90 Samsungs Galaxy S5 com tela mínima de 5,1 polegadas e processador de 2.5 GHz Quad-Core; outros 90 “Motorolas Moto X ou similar”, com tela mínima de 5,2 polegadas e processador 2.5 GHz Quad-Core e mais 90 “Blackberrys Z10 ou similar”, com tela mínima de 4,2 polegadas e processador de 1.5 GHz Dual-Core.

Renan Calheiros, presidente do Senado
(Elza Fiúza/ABr)

Contato