Em minhas-financas / consorcios

Pesquisa revela crescimento de consórcio em serviços de saúde e estética

Número de participantes ativos em consórcio de serviços alcança 31 mil pessoas em setembro, crescimento de 34,5%

beleza - bem-estar - mulher
(Shutterstock)

SÃO PAULO - O sistema de consórcio chegou a 7,15 milhões de participantes consolidados em setembro deste ano. A maioria ainda está concentrada no consórcio de imóveis e de automóveis, mas há outra modalidade conquistando novos adeptos: o consórcio de serviço.

O consórcio de serviços permite o uso do crédito para diversas finalidades, como: reforma da casa, festas, viagens, serviços odontológicos, entre outros. Segundo levantamento realizado pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac), o setor de serviços residenciais, que utilizam o crédito para reformas, ficou em primeiro lugar em número de participantes, correspondendo a 32,6% do total.

A pesquisa revelou ainda um crescimento em 11 pontos percentuais no consórcio de serviços de saúde e estética, que em apenas seis meses registrou um aumento de 18% para 29,8%, se aproximando do primeiro colocado.

“Os consumidores, ao conhecerem cada vez mais as peculiaridades, vantagens, ampla liberdade e flexibilidade para utilização dos créditos após a contemplação, têm procurado gradativamente aderirem, pensando na utilização do crédito em várias situações ou necessidades", afirmou presidente da Abac Paulo, Roberto Rossi.

Em setembro deste ano, o consórcio de serviço registrou um número de participantes ativos de 31 mil pessoas, um aumento de 35,4% em relação ao mesmo período do ano passado. O total de contemplações também aumentou saltando de 4,48 mil para 6,25 mil, um crescimento de 39,5%.

O prazo médio para o consórcio de serviço é de 41 meses, com créditos variando entre R$ 2 mil a R$ 30 mil. E a taxa média de administração praticada nos últimos meses foi de 0,437% ao mês. 

Contato