Em minhas-financas / carros

Mercedes-Benz terá versões elétricas de todos os seus carros até 2022

Companhia pretende parar de vender carros movidos a combustível em 2020  

SÃO PAULO – A montadora Mercedes-Benz anunciou nesta segunda-feira (11) a intenção de oferecer versões elétricas de todos os seus modelos em 2022. No total, serão pelo menos 50 carros elétricos à venda, conforme os planos.

Além disso, o plano é parar definitivamente de vender carros a combustível dois anos antes, em 2020. Para tanto, a companhia estabeleceu a meta de economizar 4 bilhões de euros até 2025 – o que ajudaria a driblar a menor lucratividade de modelos elétricos, que custam mais caro por conta da bateria.

Em evento, o vice-presidente de Finanças e Controladoria da Mercedes-Benz Cars, Frank Lindenberg, disse que provavelmente as margens de lucro serão “significativamente menores” no início desse ciclo.

Como “teste”, a Daimler está prestes a lançar o EQ, modelo elétrico cuja intenção é atrair público alternativo aos compradores do GLC. Caso ele se mostre popular, os planos se tornarão mais concretos.

Ambos os carros serão feitos na mesma planta para otimizar a produção, mas mesmo assim a companhia espera que haja uma fase de transição nos lucros. “Ainda estamos mirando em retornos de 10% nas vendas, mas precisamos estar preparados para uma espécie de transição, com um corredor de 8 a 10 por cento”, disse o VP.

Mercedes Benz
(Shutterstock)

Contato