Em minhas-financas / aposentadoria

É realmente necessário guardar tanto dinheiro para a aposentadoria? A internet respondeu

As pessoas aparentemente sabem da necessidade de poupar, mas não poupam 

Poupar
(Shutterstock)

SÃO PAULO – Um usuário norte-americano do fórum Reddit teve uma surpresa ao questionar a necessidade de guardar dinheiro para a aposentadoria. Basicamente, toda a internet – ou ao menos todos os usuários dessa plataforma que se importam com o tema – é unânime: sim, é necessário.

No Brasil, uma regra informal muito usada é subtrair 10 da idade em que a poupança para a aposentadoria se inicia para definir a porcentagem do salário a ser investida para esse fim. A pessoa que começa a guardar aos 35 anos, por exemplo, deve direcionar 25% da renda ao planejamento da aposentadoria para conseguir parar de trabalhar com algum conforto aos 65 anos. Isso além do benefício já garantido pelo INSS. 

O usuário do Reddit em questão levou em consideração que guardar 12% de sua renda líquida geraria o suficiente para as contas após a aposentadoria mesmo em um cenário onde ele havia entrado em um novo emprego recentemente e sua esposa acabara de dar à luz. Nesse caso, ele questionou se priorizar a aposentadoria frente a metas como a faculdade do filho seria realmente o melhor a se fazer.

Como resposta, obteve uma enxurrada de comentários no mesmo sentido: gastos nem sempre podem ser previstos. Foram lembradas situações como doenças, perda de emprego, divórcio, crise, despesas com saúde (própria ou de parentes), entre outros. Um usuário deu a deixa: “seus cálculos estão levando em conta um cenário perfeito”, lembrou.

Além disso, ele foi lembrado de que os rendimentos de suas aplicações podem variar. A taxa de juros, por exemplo, não será a mesma durante todos os anos que restam até que o usuário efetivamente se aposente.

Expectativa de vida é outro fator que deve ser levado em consideração. Uma das respostas dizia que sua percepção de aposentadoria mudou quando o pai morreu aos 69 anos. “Prefiro ter uma aposentadoria sólida de 15 anos do que trabalhar mais e faze-la durar apenas 3”.

Brasileiros não poupam

Embora as respostas na internet sejam animadoras, a realidade geral não é tão positiva assim. O Brasil está entre os últimos países do mundo no número de pessoas que poupam para a aposentadoria, de acordo com pesquisa de janeiro feita pelo Banco Mundial.

Mesmo entre os 60% mais ricos, apenas 4,7% guardam dinheiro para ter recursos além dos benefícios do INSS, de acordo com outra pesquisa, da FGV. Do outro lado, os 40% mais pobres, o número cai drasticamente, para 2,1%.

Contato