Previdência privada cresce 16% em 2011, mostra Fenaprevi

No ano, o setor bateu a marca de 7,2 milhões de pessoas com planos individuais, enquanto que em 2010 eram 5,9 milhões
Por Patricia Alves  
a a a

SÃO PAULO – A arrecadação dos planos de previdência privada registrou crescimento de 16,26% ao longo de 2011, na comparação com 2010. De acordo com dados da Fenaprevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida) divulgados nesta quinta-feira (16), a arrecadação atingiu R$ 53,5 bilhões no ano passado.

Em 2011, o setor bateu a marca de 7,2 milhões de pessoas com planos individuais, enquanto que em 2010 foram registrados 5,9 milhões. No mesmo período, o número de pessoas que já usufruem dos benefícios (aposentadoria, pecúlio, pensão, renda por invalidez e renda a menores) chegou a 103 mil, cerca de 0,94% superior ao registrado no mesmo período de 2010. 

PGBL x VGBL
Os números mostram ainda que, em 2011, o VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre), indicado para quem não utiliza o modelo completo do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física), cresceu 18,03%, enquanto o PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre), indicado para quem utiliza o modelo completo da declaração anual de ajuste do imposto de renda pessoa física, apresentou crescimento de 13,49%.

Em termos de arrecadação, o VGBL movimentou R$ 43,3 bilhões, e o PGBL, R$ 6,9 bilhões.

Dezembro de 2011
Considerando apenas o mês de dezembro, os planos de previdência privada arrecadaram R$ 7 bilhões, montante 4,87% superior a igual período do ano anterior.

Os planos empresariais obtiveram o melhor resultado no período, com crescimento de 51,51%, atingindo R$ 1,1 bilhão em arrecadação; os planos para menores movimentaram R$ 175,2 milhões, com alta de 7,42%, e os planos individuais arrecadaram R$ 5,7 bilhões no mês.

Deixe seu comentário