Bolsa quer se expandir na América Latina, destaca o presidente Edemir Pinto (BM&FBovespa)
Planos de expansão

BM&FBovespa quer comprar até 15% de bolsas na América Latina

Segundo Edemir Pinto, foram contratados dois bancos de investimento no mês passado para a bolsa brasileira perseguir o objetivo de adquirir fatias relevantes o suficiente para assegurar um assento no conselho de administração das bolsas do México, Colômbia, Chile, Peru e Argentina