Em mercados / politica

STF aceita pedido de abertura de inquérito contra Michel Temer

A decisão ocorre após revelações da delação de Joesley Batista de que o peemedebista teria dado aval para a compra do silêncio de Eduardo Cunha

SÃO PAULO - O ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), aceitou o pedido de abertura de inquérito para investigar o presidente Michel Temer por obstrução à Justiça e corrupção. Com a decisão, Temer passa formalmente à condição de investigado na Operação Lava Jato.

A decisão ocorre após as revelações da delação de Joesley e Wesley Batista de que o peemedebista teria dado aval para a compra do silêncio de Eduardo Cunha.

Pela Constituição, o presidente da República só pode ser investigado por atos cometidos durante o exercício do mandato e com autorização do STF. Com isso, ele poderá ser investigado porque os fatos narrados por Joesley Batista na delação teriam sido cometidos em março deste ano, quando Temer já ocupava a Presidência.

Michel Temer - velório Teori
(Beto Barata/PR)

Contato