Em mercados / politica

Em busca de popularidade, Temer prepara aumento acima da inflação no Bolsa Família

Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, governo também estuda iniciativas de premiação a municípios que gerarem empregos a beneficiários, emancipando-os do programa

SÃO PAULO - Com baixa popularidade após um ano como presidente e desafios de conseguir aprovar as reformas da Previdência e trabalhista no Congresso, Michel Temer irá anunciar um novo reajuste no programa Bolsa Família, que pode chegar a 5% -- acima da inflação --, segundo o jornal Folha de S. Paulo. A iniciativa é vista como uma tentativa de conquistar maior apoio por parte da população.

Conta reportagem do jornal que o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, informou que o aumento no valor do benefício -- hoje em média de R$ 182 por família -- será oficializado em julho. O presidente teria dito a aliados que seu governo precisa mostrar que também atual na área social, sobretudo em um momento de oposição às reformas.

Uma das iniciativas em estudo pela equipe do peemedebista é a premiação em dinheiro de municípios que gerarem emprego para beneficiários, emancipando-os do programa.

Michel Temer
(Marcos Corrêa/PR)

Contato