Em mercados

Prepare-se: uma data será essencial para definir se Moody's e Fitch também rebaixarão o rating do Brasil 

O dia 19 de fevereiro será observado com atenção pelo mercado

Henrique Meirelles
(InfoMoney TV)

SÃO PAULO - Assim como ocorreu quando o Brasil passou de País com "grau de investimento" para "junk", a Standard & Poor's foi a primeira das principais agências de classificação de risco a rebaixar o rating soberano nacional.

Nesta quinta-feira, foi a S&P que inaugurou a provável temporada de rebaixamentos de BB para BB-, citando a demora para aprovação nas reformas. 

Agora, conforme apontou o Bank of America Merrill Lynch em relatório, o foco se volta para a Moody's e a Fitch, que ainda vão tomar uma decisão. E um fator será crucial para desencadear novos rebaixamentos. 

"Não há cronogramas claros para a revisão da nota, mas uma rejeição da reforma da previdência na Câmara - que deverá ser votada na semana de 19 de fevereiro - pode desencadear um downgrade pelas agências", afirma. Assim, 19 de fevereiro será a data-chave para determinar se Moody's e Fitch também vão seguir a decisão da S&P. 

 Quer investir em ações? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos 

Contato