Em mercados

Índice dos EUA aponta que mercados "bateram no teto" e crava: é hora de vender ações

A 'debandada de alta' do mercado leva a uma aposta contrária de que a performance do mercado nos próximos dois meses deve ser menos impressionante que a registrada desde novembro - se ela for positiva de alguma forma, segundo Mark Hulbert

SÃO PAULO - A conhecida máxima do mercado financeiro de "comprar no boato e vender no fato" deve se concretizar nos próximos dois meses, segundo o colunista Mark Hulbert, do portal norte-americano MarketWatch. Não se trata de um mero palpite nem de uma projeção ousada, mas da observação de uma série histórica do comportamento de investidores da Nasdaq. A escolha por monitorar ações de tecnologia é justificada pelo fato de que, historicamente, esses papéis reagem mais rapidamente à mudança no humor dos investidores.

Hulbert desenvolveu um "índice de sentimento" com base na exposição a ações recomendada por analistas que operam as tendências do mercado para indicar investimentos de curto prazo na Nasdaq. O gráfico abaixo mostra o comportamento do indicador desenvolvido pelo colunista (HNNSI), na linha vermelha, em contraste com o desempenho do índice Nasdaq, na linha azul, ao longo de 2016 e que se mostrou verdadeira também ao longo da série histórica em anos anteriores.

 

A conclusão de Hulbert é a seguinte: todas as vezes que o índice de sentimento se aproxima da casa dos 80% (no eixo direito), é sinal de que a Nasdaq - e consequentemente os mercados acionários norte-americanos como um todo - passará por cerca de dois meses de queda. 

O efeito Trump
Desde a eleição de Donald Trump, o índice HNNSI disparou mais de 100 pontos, de -27,8% para 77,8%. A disparada no indicados sinalizava que os analistas estavam recomendando investimentos de curto-prazo na Nasdaq, esperando uma valorizações dos ativos. No período, a bolsa norte-americana teve uma valorização de cerca de 10%, quebrando recordes diversas vezes.

O cenário atual, no entanto, é diferente, alerta Hulbert. "A 'debandada de alta' do mercado leva a uma aposta contrária de que a performance do mercado nos próximos dois meses deve ser menos impressionante que a registrada desde novembro - se ela for positiva de alguma forma", escreveu.

O colunista reconhece que vai contra a natureza humana "mexer em time que está ganhando", mas evoca um ensinamento de Warren Buffett, conhecido como o "Oráculo de Omaha", para reforçar seu argumento. "Você quer ser ganancioso quando os outros têm medo. Você quer ter medo quando os outros são gananciosos". Como o sentimento do índice mostra que a "ganância" do mercado está batendo nas máximas, a hora é de vender ativos e ser cauteloso, segundo Hulbert. 

Bandeira EUA
(Bloomberg)

Contato