Em mercados / cambio

Dólar pode chegar aos R$ 3,50 em 2018 em meio à incerteza com eleições, diz Barclays

Para Marco Oviedo, o mercado ainda não precificou todas as incertezas relacionadas à corrida eleitoral

Dólar
(Marcos Santos/USP Imagens)

SÃO PAULO - As incertezas eleitorais vieram à tona nessa semana, com as indicações de que, mesmo com Lula virtualmente fora do cenário eleitoral (visão esta ainda mais reforçada com a sua prisão), os riscos políticos são grandes.

Contudo, na avaliação do chefe de pesquisa econômica para América Latina do Barclays, Marco Oviedo, o mercado ainda não precificou todas as incertezas relacionadas à corrida eleitoral. Ele prevê o dólar a R$ 3,45 no terceiro trimestre e a R$ 3,50 no quarto trimestre de 2018 em meio a incertezas políticas.

Na tarde desta terça-feira, a divisa americana era negociada a R$ 3,4055 na venda; na véspera, a moeda tinha atingido os R$ 3,42, maior nível em 16 meses. 

"O maior risco para mercado é que nenhum candidato de centro chegue ao segundo turno, o que levaria à disputa entre 'radicais' no segundo turno", aponta Oviedo, segundo informações da Bloomberg.

Contato