Em mercados / cambio

Estrategistas apresentam principais apostas para moedas em 2018

A política monetária vai determinar os movimentos cambiais nos próximos meses, mas não se sabe até que ponto isso se traduzirá em desempenho

moedas
(Shutterstock)

(Bloomberg) -- Após o pior ano para o dólar em mais de uma década, estrategistas de câmbio enxergam poucos sinais para otimismo em relação à moeda americana em 2018. No entanto, eles continuam divididos quanto às moedas que merecem apostas otimistas.

A maioria afirma que a política monetária vai determinar os movimentos cambiais nos próximos meses, mas não se sabe até que ponto isso se traduzirá em desempenho. Pesquisas da Bloomberg mostram que a maioria dos analistas espera valorização do euro até o fim do ano que vem, porém as projeções para o iene se dividem.

Apresentamos adiante as explicações de estrategistas para suas projeções para moedas de economias desenvolvidas.

Iene

Atualmente ao redor de 113,19 ienes por dólar; projeção mediana para o fim de 2018: 112

  • O Banco do Japão “provavelmente será o próximo a sinalizar algum tipo de mudança de regime”, disse Mark McCormick, estrategista-chefe de câmbio na América do Norte do Toronto Dominion Bank. A taxa de câmbio provavelmente passará por uma transição “na qual 115 é o pico e voltaremos a 100 no ano que vem”.
  • Juan Prada, estrategista de câmbio do Barclays, também espera valorização do iene em meio à “atividade forte e ao aumento gradual e lento do núcleo da inflação”, que podem levar à mudança da postura da política monetária no segundo semestre de 2018. Ele projeta a taxa de câmbio em 105 ienes por dólar no fim do próximo ano.

Euro

Atualmente ao redor de 1,1863 dólar por euro; projeção mediana para o fim de 2018: 1,21

  • “De modo geral, tendemos a pensar que a Europa terá o melhor desempenho, seguida da América do Norte e então da Ásia”, afirmou Vassili Serebriakov, do Credit Agricole. Ele projeta apreciação do euro para 1,23 dólar no fim de 2018. “O Banco Central Europeu está diminuindo seu programa de estímulo quantitativo. Observamos a continuidade de entradas fortes de recursos nas ações europeias graças ao forte crescimento. A curva de juros na Europa provavelmente se inclinará mais um pouco, o que deve ajudar o euro.” Para ele, os investidores começarão a contemplar o ritmo de aperto monetário na zona do euro perto do segundo semestre de 2018.
  • “O euro ainda é uma moeda muito pró-cíclica”, disse Bipan Rai, estrategista de câmbio e macroeconomia do Canadian Imperial Bank of Commerce (CIBC). Segundo ele, a extensão atual do ciclo na Europa ainda está abaixo da média de ciclos anteriores, enquanto o ciclo nos EUA está mais maduro. Ele projeta a taxa de câmbio ao redor de 1,25 no fim do próximo ano.

Dólar da Austrália e dólar da Nova Zelândia

Atualmente ao redor de 0,7727 dólar dos EUA por 1 dólar australiano; projeção mediana para o fim de 2018: 0,80
Atualmente ao redor de 0,7038 dólar dos EUA por 1 dólar neo-zelandês; projeção mediana para o fim de 2018: 0,72

  • Austrália e Nova Zelândia não precisam mais das configurações emergenciais de política monetária e os mercados de trabalho e os preços das commodities ganharam fôlego, por isso os “bancos centrais vão partir para a retirada” nos dois países, de acordo com Daragh Maher, estrategista-chefe de câmbio nos EUA do HSBC. “Para uma trajetória de normalização, o pano de fundo macroeconômico é bastante claro.” Ele projeta taxas de câmbio no fim de 2018 de 0,84 dólar dos EUA por 1 dólar australiano e 0,75 dólar dos EUA por 1 dólar neo-zelandês.
  • “Achamos que o banco central australiano vai elevar os juros no ano que vem, mas no segundo semestre”, disse Rai, do CIBC. A moeda australiana provavelmente “se valorizará lentamente” até chegar na projeção da casa, de 0,85.

©2017 Bloomberg L.P.

Contato