Dólar fecha abaixo de R$4, no menor nível neste ano

O dólar recuou 1,62%, a R$ 3,9591 na venda, o menor nível de fechamento desde 30 de dezembro, quando foi a R$ 3,9480

logo-reuters
 01 fev, 2016 19h58
Dólar
(Shutterstock)

SÃO PAULO - O dólar fechou abaixo de 4 reais e no menor nível deste ano nesta segunda-feira, em uma sessão marcada por baixa liquidez no último dia do recesso parlamentar e após o Banco Central brasileiro sinalizar que deve rolar integralmente os swaps cambiais que vencem em março.

O dólar recuou 1,62 por cento, a 3,9591 reais na venda, o menor nível de fechamento desde 30 de dezembro, quando foi a 3,9480 reais.

"O mercado está se preparando para ver o que vem pela frente em termos de política e os swaps do BC deram algum suporte para quem quer se desfazer de posições compradas", disse o operador de uma corretora nacional.

Após o fechamento dos mercados na sexta-feira, o BC anunciou para esta sessão o início da rolagem dos contratos de swap cambial --que equivalem a venda futura de dólares-- com oferta que, se mantida, deve ser suficiente para rolar integralmente o lote que vence em março.

O BC vendeu a oferta total de 11,9 mil contratos nesta manhã. Se mantiver o tamanho da oferta e vendê-la integralmente até o penúltimo pregão do mês, como de praxe, o BC rolará quase 100 por cento do lote total, equivalente a 10,118 bilhões de dólares.

Baixe agora a Carteira InfoMoney 2016! Basta deixar o seu email abaixo:

Operadores afirmaram que o mercado deve voltar a operar com mais volume na próxima sessão, quando o Congresso Nacional volta das férias. Investidores esperam sobretudo notícias sobre o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, que vem provocando reações no mercado.

"O foco deve voltar à política brasileira amanhã, quando termina o recesso parlamentar. Enquanto isso, o mercado está em clima de espera", disse o operador da corretora Intercam Glauber Romano.

A moeda norte-americana caiu 1,37 por cento na sessão passada, influenciada pela decisão do banco central do Japão de cortar os juros a território negativo. O dólar futuro, que havia ampliado as perdas após o fechamento do mercado à vista na sexta-feira, recuava cerca de 1 por cento nesta sessão.

O movimento do real destoou de outros mercados de câmbio, onde dados fracos sobre a economia chinesa e a queda dos preços do petróleo elevaram as cotações do dólar. Esses dois fatores vêm desempenhando um papel importante nos mercados de câmbio nas últimas semanas, alimentando a aversão a risco.

COMENTÁRIOS

SOBRE O(S) AUTOR(ES)

mercados

IBOVESPA
-1,72%

49.246 pts

Última cotação em 27/06/2016 17:15:00
Data Pais Evento Referência Expectativa
28/06
00:00
USA Resultado primário do Governo Central Maio
28/06
08:30
USA Relatório Trimestral de Inflação do BC -
28/06
09:00
USA IPP - Indústria de Transformação Maio
28/06
09:30
USA GDP 1º trimestre
28/06
09:30
USA GDP - Chain Deflator 1º trimestre

mais eventos

Contato