Em mercados / bitcoin

Após 3 dias fora do ar, maior corretora de bitcoins do Brasil se explica e dá prazo para retorno

FoxBit emitiu comunicado para justificar o sistema fora do ar desde a última sexta-feira

Bitcoin
(Shutterstock)

SÃO PAULO - Desde a última sexta-feira (9), os investidores de bitcoin e outras criptomoedas estão nervosos ao descobrirem que o sistema de uma das maiores exchanges do Brasil, a FoxBit, não estava mais funcionando. Durante todo o fim de semana, a empresa informou os usuários de que estava passando por uma manutenção. Mas nesta segunda-feira (12) a companhia veio à publico explicar o que está acontecendo.

Segundo a FoxBit, durante uma manutenção feita na sexta, ocorreu um erro que corrompeu os índices do banco de dados da Blinktrade, a provedora de serviços da empresa. Em nota, a exchange deixou claro que não foi um caso de ataque hacker. "Os fundos estão seguros e protegidos em carteiras multi-assinadas", disse.

"No momento, estamos trabalhando continuamente junto a eles para restaurar estes índices, mas este é um processo que leva tempo, visto que a FoxBit possui uma grande quantidade de trades diários, clientes, operações etc", explicou a companhia em nota.

Além disso, a FoxBit deu um prazo para a restauração completa da plataforma e retorno dos negócios: quarta-feira, dia 14. Além disso, a empresa marcou para hoje, às 16h (horário de Brasília), um evento ao vivo pelo Youtube deles com o CEO, João Canhada, e o COO, Guto Schiavon, para tirar dúvidas dos usuários.

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

Contato