Em mercados / bitcoin

Esquema de pirâmide com Bitcoin rouba US$ 115 milhões de mais de 10 mil investidores

Crime ocorreu na Áustria e, segundo as autoridades, envolveu cerca de 12 mil bitcoins

Bitcoin
(ShutterStock)

SÃO PAULO - A polícia da Áustria está investigando um caso de pirâmide financeira envolvendo bitcoins na plataforma Optioment, que supostamente tem sede na Costa Rica. A empresa oferecia uma rentabilidade de até 4% por semana, mas de repente sumiu com todo o dinheiro, causando perdas a mais de 10 mil pessoas.

A imprensa local afirma que este esquema foi responsável pelo roubo de cerca de 12 mil bitcoins (que na cotação atual vale cerca de US$ 115 milhões).

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

A empresa dizia em seu site ser um "produto de investimento global de bitcoins de primeira qualidade" originado de um "fundo de bitcoins localizado na Costa Rica". Além disso, eles diziam ter uma plataforma de "investimento" financiada por ativos avaliados em mais de 35 mil bitcoins. Além da rentabilidade semanal prometida, os investidores também seriam recompensados por atraírem novos usuários para a plataforma.

Nas últimas semanas, a Optioment realizou um grande evento em Viena e teve a participação de mais de 700 pessoas. Além da Áustria, investidores na Polônia e Romênia também foram afetados pelo golpe. Dois dos três responsáveis pelo esquema, um da Letônia e um da Dinamarca, teriam sido identificados, segundo a imprensa local. Porém, autoridades disseram à Bloomberg que ninguém foi detido até o momento.

Contato