Em mercados / bitcoin

Lobo de Wall Street diz que Bitcoin pode ir a US$ 50 mil antes de entrar em colapso

Belfort disse que não acredita que o Bitcoin seja uma farsa, mas chamou o ativo de criação de "anarquistas financeiros"

Jordan Belfort
(wikimedia)

SÃO PAULO - No ano passado, Jordan Belfort, conhecido como o "Lobo de Wall Street", já havia feito duras críticas ao bitcoin, chamando a criptomoeda de fraude. Desta vez em uma entrevista para o empresário Patrick Bet-David, o executivo voltou a comentar sobre o que pensa deste mercado.

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

Desta vez, Belfort disse que não acredita que o Bitcoin seja uma farsa, mas chamou o ativo de criação de "anarquistas financeiros". Ele acredita, porém, que a forma como a criptomoeda foi construída é uma "tempestade perfeita para a manipulação". O "lobo" diz que a alta dos preços pode ser atribuída a especulações selvagens do que ele vê como uso indevido da criptomoeda.

"Algo foi projetado para ser usado como uma moeda, e está sendo usado como um veículo de investimento (...) Como moeda, o Bitcoin não é mais útil nem em US$ 20 mil ou em US$ 10 ", afirmou. Belfort ainda criticou o que ele chamou de alto potencial de manipulação dos mercados de moedas digitais por conta da escassez do mercado.

Por fim, o executivo avaliou que, enquanto o Bitcoin é, em suas palavras, um "lobo na pele de ovelha", também "pode subir para US$ 50 mil" antes de entrar em colapso, para vale zero.

Contato