Em mercados / acoes-e-indices

Otimismo toma conta do mercado e Ibovespa fecha em alta pelo 3º pregão consecutivo

Queda dos DIs e recuperação das bolsas norte-americanas sustentaram o índice, que subiu 0,25% e encerrou aos 85.458 pontos

SÃO PAULO - Com a 3ª alta consecutiva, o Ibovespa encerrou a quinta-feira (12) em alta de 0,25%, aos 85.458 pontos e com giro financeiro de R$ 8,7 bilhões, acompanhando o otimismo do mercado internacional, como também refletindo a queda dos DIs após as vendas do varejo decepcionaram em fevereiro. Apesar do clima de maior aversão ao risco, o dólar comercial fechou em alta de 0,62%, aos R$ 3,41 na venda.

Em processo de recuperação depois da queda do pregão passado, os índices Dow Jones e S&P 500 subiram 1,21% e 0,82%, respectivamente, após o presidente dos EUA, Donald Trump, voltar atrás em seu discurso de ontem e afirmar que nunca disse quando haveria um ataque contra a Síria: “nunca disse quando um ataque à Síria ocorreria. Pode ser muito em breve ou não tão breve assim", afirmou, fato que reduziu as tensões dos mercados.

Por aqui, a queda dos DIs também animou o Ibovespa. Os contratos de juros futuros com vencimento em janeiro de 2019 recuaram 3 pontos-base, a 6,23%, ao passo que com vencimento em janeiro de 2021 marcaram queda de 4 pontos-base, retornando para 8,02%, com os dados decepcionantes do varejo. Na passagem de janeiro para fevereiro, houve queda de 0,2% nas vendas do varejo, ante estimativa de alta de 0,7%. O retrocesso aponta que a economia não está tão aquecida e reforça que a inflação deve seguir baixa, dois fatores que alimentam a expectativa de novos cortes da Selic pelo Copom.

Destaques do mercado

Do lado positivo, destaque para as ações da Lojas Renner, que subiram após serem elevadas para compra pelo Bradesco BBI, com preço-alvo de R$ 36,00. Ainda no campo das recomendações, os papéis da Telefônica Brasil recuaram em vista do rebaixamento para "neutra" pelo JPMorgan.

As maiores altas dentre as ações que compõem o Ibovespa foram:

 C?d. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1 Links
 VVAR11 VIAVAREJO UNT N2 31,43 +4,94 +28,44 64,72M  
 ECOR3 ECORODOVIAS ON 9,49 +4,40 -22,85 49,29M  
 QUAL3 QUALICORP ON 22,87 +3,91 -26,23 141,18M  
 GOAU4 GERDAU MET PN 7,70 +3,77 +32,99 98,08M  
 NATU3 NATURA ON 32,91 +3,72 +0,52 55,43M  

As maiores baixas dentre as ações que compõem o Ibovespa foram:

 C?d. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1 Links
 VIVT4 TELEF BRASILPN 49,35 -3,01 +1,50 122,07M  
 ABEV3 AMBEV S/A ON 23,29 -2,35 +9,80 276,44M  
 BBDC3 BRADESCO ON EJ 32,57 -2,05 +11,98 69,49M  
 BBDC4 BRADESCO PN EJ 34,76 -1,81 +13,19 628,00M  
 SAPR11 SANEPAR UNT N2 58,21 -1,17 -0,15 18,92M  

As ações mais negociadas que compõem o Ibovespa foram:

 C?digo Ativo Cot R$ Var % Vol1 Vol 30d1 Neg 
 PETR4 PETROBRAS PN 21,74 -0,28 730,34M 1,02B 29.342 
 BBDC4 BRADESCO PN EJ 34,76 -1,81 628,00M 374,53M 33.674 
 VALE3 VALE ON 44,81 +0,38 436,86M 676,49M 16.305 
 ITUB4 ITAUUNIBANCOPN 51,64 +0,88 308,68M 541,62M 14.538 
 ABEV3 AMBEV S/A ON 23,29 -2,35 276,44M 294,55M 26.935 
 LREN3 LOJAS RENNERON 33,15 +2,79 253,51M 111,19M 17.145 
 BBAS3 BRASIL ON 38,95 -0,26 228,82M 391,28M 12.692 
 B3SA3 B3 ON 26,89 +1,28 211,34M 176,79M 16.343 
 MGLU3 MAGAZ LUIZA ON 99,51 +2,73 161,58M 139,67M 6.757 
 ITSA4 ITAUSA PN 13,49 +1,58 150,89M 160,71M 15.036 

* - Lote de mil a??es
1 - Em reais (K - Mil | M - Milh?o | B - Bilh?o

Noticiário político

O líder da Rede Sustentabilidade no Senado, senador Randolfe Rodrigues (AP), afirmou nesta quinta-feira (12) que a oposição deve apresentar um novo pedido de impeachment contra Michel Temer após acusações envolvendo propina para a obra de uma das filhas do presidente. De acordo com informações da Folha de S. Paulo, a arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher do coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Michel Temer, pagou, em dinheiro vivo, despesas de reforma na casa de uma das filhas do presidente, segundo relato de um dos fornecedores da obra ao jornal. A Polícia Federal, conforme o jornal apurou, investiga a obra no imóvel da psicóloga Maristela Temer sob a suspeita de que tenha sido bancada com propinas da JBS.

O plenário do Supremo Tribunal Federal decidiu, por 7 votos a 4, manter preso o ex-ministro Antonio Palocci, preso preventivamente desde setembro de 2016, em Curitiba, no âmbito da operação Lava Jato. Posicionaram-se contra derrubar a prisão por excesso de prazo os ministros Edson Fachin (relator), Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes, Luiz Fux, Rosa Weber, Celso de Mello e a presidente Cármen Lúcia. Foram votos vencidos os ministros Marco Aurélio, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes.

Os advogados de Palocci pediram ao STF para derrubar o decreto de prisão preventiva assinado pelo juiz federal Sérgio Moro em 2016. Em junho do ano passado, o ex-ministro foi condenado a 12 anos e 2 meses de prisão na primeira instância pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por um dos processos a que responde no âmbito da operação Lava Jato. Desde então, ele recorre da decisão no Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

Ainda no radar eleitoral, o inquérito que investiga o pré-candidato à presidência pelo PSDB Geraldo Alckmin será enviado para Justiça Eleitoral de São Paulo. Em meio a esse cenário, vale ficar atento às próximas pesquisas eleitorais: Vox Populi e Datafolha registraram pesquisa de intensão de voto. No caso da primeira, que será divulgada na próxima terça-feira (17), a pesquisa inclui perguntas específicas sobre Lula, sobre se prisão for justa ou não. Já o Datafolha tem previsão para divulgar pesquisa eleitoral no domingo (15).

Clear oferece a menor corretagem do Brasil; Clique aqui e abra sua conta

Contato