Em mercados / acoes-e-indices

Até onde vai o rali? Mercado americano tem melhor começo de ano desde 2003

Para uma analista, a incerteza sobre o atual rali pode ser bom para o mercado, porque "atenua as expectativas"

Bolsa de Nova York
(Brendan McDermid/Reuters)

SÃO PAULO - Os principais índices norte-americanos voltaram a bater máximas recordes nesta sexta-feira (12), marcando assim o melhor início de ano desde 2003. As ações subiram forte neste pregão após algumas das principais empresas financeiras dos EUA apresentarem resultados trimestrais fortes.

O Dow Jones fechou com alta de 0,89%, a 25.803 pontos, enquanto o S&P 500 avançou 0,67%, para 2.786 pontos, ao passo que o Nasdaq teve valorização de 0,68%, aos 7.261 pontos.

Entre os setores que se destacaram, energia e consumo discricionários tiveram o melhor desempenho, com as ações de energia favorecidas por uma nova alta expressiva do preço do petróleo. O S&P 500 já subiu 4,2% nos dez pregões de 2018, contra 5,9% de avanço 15 anos atrás.

"Há otimismo no mercado", mas também há incerteza sobre esse rali, disse Cooper Abbott, presidente da Carillon Tower Advisers, para a CNBC. Esse nível de incerteza pode ser bom para o mercado, porque "atenua as expectativas".

Contato