Em mercados / acoes-e-indices

"Profeta de catástrofes" do mercado, Marc Faber é contestado em programa nos EUA por erros de previsão

"Dr. Doom", Marc Faber foi colocado contra a parede e foi contestado sobre seus erros de previsão no mercado acionário dos EUA 

SÃO PAULO - Marc Faber é conhecido por suas projeções um tanto catastróficas ou, para dizer o mínimo, extremistas sobre o mercado financeiro mundial. Por outro lado, ele ficou notório por ter previsto a estagnação do Japão na década de 1980, o que conferiu credibilidade às falas alarmistas do megainvestidor suíço para os principais portais de notícia dos EUA

Porém, ele foi colocado "contra a parede" na semana passada por um apresentador de programa do portal CNBC no final de abril. Depois de anos prevendo por uma correção no mercado americano que ainda não aconteceu, o "Dr Doom" foi alvo de questionamentos. 

"Você tem dito essencialmente a mesma coisa desde 2012 e tem errado consistentemente", afirmou Scott Nations, presidente e CEO da Nation Shares, principal desenvolvedor independente de índices baseados em opções e que apresenta o programa "Futures Now". Ele apontou que o Nasdaq, Dow Jones e o S&P 500 estão em recordes históricos.  "Se alguém montou posição em ações em 2012, 2013, 2014 ou 2015 eles fizeram muito bem.Por que você estava tão errado, então, e por que devemos pensar que você está certo agora?", completou o questionamento.

Faber se defendeu, dizendo: "eu alertei para uma correção em 2012 e nós tivemos uma". A CNBC explica: uma correção ocorre quando o ativo cai 10% ou mais em relação ao pico - e o S&P500 caiu mais de 11% entre abril e junho de 2012.  "Eu lhe digo que, quando tudo acabar, as pessoas vão me amar por ter avisado sobre ter todo o seu dinheiro em ações", acrescentou Faber. "Estou acostumado a pessoas como você, que sempre me atacam".

Ainda assim, Nations não estava convencido e apontou que, nos últimos cinco anos, quando Faber deu o call de crash no mercado, as ações dos EUA subiram 75% desde então. "Eu estou fazendo uma pergunta simples, 'o que estava errado sobre a sua análise [dos últimos cinco anos] que leva você a acreditar que está mais informado agora?'"

Faber respondeu dizendo que o mercado subiu muito "e o mercado bullish por oito anos" já dura muito tempo. "Eu também tenho que corrigir um ponto sobre o que você está dizendo. Em 2007 e 2012, eu estava relativamente otimista sobre o mercado de títulos e argumentava que os mercados emergentes iriam subir fortemente", disse ele. "Alguns mercados emergentes subiram e os títulos também tiveram um bom desempenho".

A CNBC aponta que, de fato, o  ETF do Tesouro de Longo Prazo americano subiu mais de 40% nos últimos dez anos, enquanto o ETF dos mercados emergentes está superando o S&P em 2017, mas tem apresentado um desempenho comporativo mais baixo no longo prazo.  Faber afirma que há melhores investimentos fora dos Estados Unidos, avaliando que a Europa e a Índia acenam para ganhos mais significativos. E Faber finalizou, um tanto sarcástico: "você está me acusando de estar errado? Eu rio disso". 

Faber não se dobrou às contestações de Nations - e dependendo do futuro dos mercados, ele pode dizer: "eu avisei", mesmo após tanto tempo na direção contrária do mercado. 

Marc Faber
(Bloomberg)

Contato