Em mercados / acoes-e-indices

Ibovespa recua 1,6% com derrocada de 4% da Vale; dólar atinge menor valor em 2 anos

A mineradora teve forte queda de 4% mesmo após um resultado considerado muito bom pelos analistas e acabou puxando o mercado para o campo negativo

SÃO PAULO - Após chegar a subir mais de 1%, o Ibovespa perdeu força no fim da manhã após a abertura de Wall Street e acentuou as perdas durante a tarde, chegando a cair 1,91%, puxado pela forte queda de até 5% da Vale e da Petrobras. Com isso, o mercado deixou de lado o bom humor da manhã com a decisão do Copom (Comitê de Política Monetária) de cortar a Selic em 75 pontos-base, para 12,25% e o ótimo resultado da Vale.

O benchmark da bolsa brasileira fechou com queda de 1,64%, aos 67.461 pontos, com volume financeiro de R$ 10,604 bilhões. Já os contratos de dólar futuro com vencimento em março deste ano tiveram leve queda de 0,08%, sinalizando cotação de R$ 3,066, enquanto o dólar comercial recuou 045%, cotado a R$ 3,0565 na venda, menor patamar desde maio de 2015.

A moeda é pressionada pela fala do secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin sobre a força do dólar em todo o mundo. "No curto prazo, há certos aspectos (de uma moeda forte) que são positivos sobre o dólar para a nossa economia e há aspectos que não são tão positivos", afirmou ele em entrevista ao Wall Street Journal.

Já os contratos de juros futuros com vencimento em janeiro de 2018 mergulharam 11 pontos-base, a 10,33%, ao passo que os DIs com vencimento em janeiro de 2021 caíram 10 pontos-base, a 10,04%. Após o corte da Selic em 75 pontos-base, já começa a ganhar força no mercado a projeção de que o Copom pode reduzir a taxa básica de juros em 100 pontos na próxima reunião.

Destaques da Bolsa
A Vale (VALE3; VALE5) virou para forte queda apesar do resultado ter superado as projeções mais otimistas dos analistas. A mineradora reverteu um prejuízo de US$ 8,57 bilhões no quarto trimestre de 2015 para um lucro de US$ 525 milhões em igual período de 2016. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) somou US$ 4,77 bilhões no quarto trimestre, 242,9% acima do quarto trimestre do ano passado e acima da estimativa dos analistas de US$ 4,4 bilhões.

A companhia fechou 2016 com lucro líquido de R$ 13,3 bilhões, ante um prejuízo líquido de R$ 44,2 bilhões em 2015. De acordo com o UBS, o resultado foi forte, como o esperado, com os analistas destacando o retorno de dividendos que os acionistas receberão. Já o Itaú BBA apontou que o balanço da Vale foi melhor do que as expectativas já altas dos analistas e seguem com recomendação outperform para os ADRs da companhia. Apesar do otimismo, pesou para os ativos as preocupações com o futuro do minério de ferro e as projeções de que os preços atuais não irão se sustentar. Nesta quinta, os contratos futuros do minério de ferro registraram queda de 2,21% na bolsa chinesa de Dailian.

As ações da Petrobras (PETR3; PETR4) também viraram, apesar de três boas notícias no radar. No mercado de commodities, o petróleo se recupera após cair 1,4% nesta quarta, com o WTI em alta de 1,21% retomando patamar de US$ 54, após notícia sobre queda em estoques pela API nos EUA e queda dos estoques de petróleo da agência nacional de energia.

A estatal ainda informou que a Justiça atendeu recurso da petroleira e retirou a suspensão da venda da Petroquímica Suape e da Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco (Citepe), anunciada em dezembro pela empresa. A nova decisão é do Tribunal Regional Federal da 5ª Região. "O projeto faz parte das cinco transações que podem ter seus contratos assinados de acordo com a decisão cautelar do Tribunal de Contas da União (TCU)", disse a empresa.

Após a decisão, a  estatal convocou Assembleia Geral Extraordinária para tratar da proposta de venda da participação de 100% das ações detidas pela Petrobras na PetroquímicaSuape e na Citepe para o Grupo Petrotemex e a a Dak Americas Exterior, subsidiárias da Alpek, pelo valor em reais equivalente a US$ 385 milhões, segundo comunicado. A AGE também vai tratar da eleição de membro titular do conselho fiscal indicado pelo acionista controlador

Por fim, o governo federal anunciou na quarta-feira novas regras de conteúdo local para o setor de petróleo e gás natural que reduzem fortemente as exigências que as petroleiras terão de cumprir na atividade petrolífera. As novas regulações foram avaliadas pelo governo como exequíveis e mais simples com o objetivo de atrair investimentos, uma vez que a regra atual é fortemente criticada por petroleiras no país, que alegam serem prejudicadas pela atual política.

As maiores baixas, dentre as ações que compõem o índice Bovespa, foram:

 C?d. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 NATU3 NATURA ON 25,11 -6,17 +9,08 86,40M
 BRAP4 BRADESPAR PN 23,30 -5,48 +56,90 206,70M
 CCRO3 CCR SA ON 18,00 -4,91 +12,78 347,78M
 USIM5 USIMINAS PNA 5,03 -4,73 +22,68 120,83M
 VALE3 VALE ON 33,17 -4,38 +29,17 421,91M



As maiores altas, dentre os papéis que compõem o índice Bovespa, foram:

 C?d. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 SMLE3 SMILES ON 61,25 +2,34 +37,03 75,37M
 JBSS3 JBS ON 11,90 +0,85 +4,39 68,46M
 RENT3 LOCALIZA ON 39,50 +0,79 +15,43 56,60M
 EQTL3 EQUATORIAL ON 60,43 +0,78 +11,08 54,39M
 ELET3 ELETROBRAS ON 21,39 +0,75 -6,23 39,20M



As ações mais negociadas, dentre as que compõem o índice Bovespa, foram :

 C?digo Ativo Cot R$ Var % Vol1 Vol 30d1 Neg 
 VALE5 VALE PNA 31,65 -4,15 1,40B 739,60M 56.671 
 ITUB4 ITAUUNIBANCOPN EJ 40,35 -1,51 660,32M 495,31M 38.932 
 PETR4 PETROBRAS PN 15,56 -0,89 649,19M 538,08M 38.407 
 VALE3 VALE ON 33,17 -4,38 421,91M 168,68M 27.902 
 BBDC4 BRADESCO PN 33,67 -1,52 421,66M 309,36M 31.197 
 CCRO3 CCR SA ON 18,00 -4,91 347,78M 147,14M 52.672 
 BBAS3 BRASIL ON 33,35 -2,17 294,36M 221,23M 28.474 
 BVMF3 BMFBOVESPA ON 19,51 -2,60 220,28M 196,30M 31.390 
 LAME4 LOJAS AMERICPN 16,92 0,00 208,15M 78,65M 18.828 
 BRAP4 BRADESPAR PN 23,30 -5,48 206,70M 73,46M 22.625 

* - Lote de mil ações
1 - Em reais (K - Mil | M - Milhão | B - Bilhão)
IBOVESPA

Noticiário político

Duas notícias agitam o cenário político na sessão desta quinta-feira. A Polícia Federal deflagrou  a Operação Blackout - a 38ª fase da Operação Lava Jato. Foram cumpridos, no Rio de Janeiro, 15 mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva por crimes de corrupção, fraude em licitações, evasão de divisas e lavagem de dinheiro, entre outros. Os dois operadores financeiros são Jorge Luz e Bruno Luz foram presos. 

Além disso, na noite de ontem, o ministro das Relações Exteriores, José Serra, pediu demissão ao presidente Michel Temer alegando problemas de saúde. O chanceler informou que está passando por tratamentos médicos que o impedem de fazer as viagens internacionais necessárias para o cargo. Desta forma, alguns nomes entram no radar para substitui-lo, caso de Aloysio Nunes e José Anibal, segundo a Folha, e Sérgio Amaral, segundo o Estadão.

Analista
(Bloomberg)

Contato