Em mercados / acoes-e-indices

Petrobras, crise na Marcopolo e mais 7 notícias no radar desta 6ª

Confira os principais destaques corporativos da manhã desta sexta-feira

Petrobras - Bloomberg
(Bloomberg)

SÃO PAULO - O noticiário desta sexta-feira (28) inicia com 9 destaques corporativos. O Ministério Público da Suíça relevou hoje que abriu novas investigações sobre caso de corrupção na Petrobras (PETR3; PETR4).

Segundo o Valor, as autoridades suíças confirmaram que, com base nas constatações feitas até agora, suspeitam que companhias do grupo Odebrecht pagaram suborno por meio de contas naquele país para antigos diretores da estatal que também possuíam contas em bancos locais.

Cielo
A empresa de meios de pagamento eletrônico Cielo (CIEL3) anunciou nesta quinta-feira investimento de R$ 82,7 milhões para ampliar sua participação na Multidisplay, controladora da empresa de tecnologia para dispositivos móveis M4U.

Com o investimento, a participação da Cielo na Multidisplay passará de 50,1% para 91,44% do capital total, informou a Cielo em comunicado ao mercado. A Cielo comprou em 2010 a participação inicial na empresa fundada em 2000 por cerca de R$ 50 milhões. Segundo dados da M4U, a empresa lida com 18 milhões de transações por dispositivos móveis por mês.

Em outro comunicado, a Valid (VLID3) informou que vendeu toda a participação de 30% que tinha na Multidisplay por R$ 60 milhões. 

Educacionais
O Ministério da Educação analisa reajustar em 8,5% os contratos do Fies (programa de financiamento estudantil do governo) no ano que vem, informou o Valor. Esse foi o aumento autorizado às instituições de ensino que entraram com ações judiciais contra reajuste de 6,41% estipulado pelo governo. Essa percentual, no entanto, não agradou ao Semesp, sindicato das instituições de ensino superior, citando que o aumento não cobre nem a inflação. A notícia afeta as ações da Kroton (KROT3), Estácio (ESTC3), Ser Educacional (SEER3) e Anima (ANIM3).  

Marcopolo
Os funcionários da Marcopolo (POMO4) aprovaram em assembleia a nova rodada de redução de jornada proposta pela empresa para enfrentar a retração do mercado brasileiro. Anunciada na divulgação dos resultados do segundo trimestre, a medida vale para todas as unidades da fabricante de carrocerias do ônibus no país, que em novembro vai completar nove meses consecutivos de carga horária de trabalho reduzida.

O novo período de flexibilização, aprovado nesta semana, vai de setembro a novembro, com até seis dias a menos de jornada por mês e desconto salarial equivalente a 50% das horas paradas, segundo informou a companhia ao jornal Valor Econômico.

CCR 
A CCR (CCRO3) informou ao mercado, em esclarecimento à notícias sobre possíveis interesses em novas concessões, que tem analisado diferentes oportunidades de negócios. 

Itaú Unibanco
O Itaú Unibanco (ITUB4) informou a atualização das quantidades máximas de ações que poderão ser adquiridas em seu programa de recompra anunciado em 30 de julho. Agora o banco coloca como máximo a ser comprado em mercado a quantidade de 11 milhões de ações ordinárias e 50 milhões de ações preferenciais.

Minerva
A Minerva (BEEF3) anunciou hoje o arrendamento do frigorífico paraguaio Expacar, que pertence à empresa Digna. A companhia não divulgou o valor e o prazo do arrendamento da unidade. De acordo com comunicado, o frigorífico Expacar tem capacidade para abater 600 bovinos por dia e atende os mercados interno e externo, possuindo habilitação para vender para Rússia, Brasil e os países que compõem a chamada "lista geral".

JHSF
A JHSF Participações (JHSF3) informou nesta quinta-feira que encerrou as tratativas com a Fundação Conrado Wessel para possível compra de participação no shopping Pátio Higienópolis em São Paulo. A companhia fez acordo em dezembro de 2012 que previa a compra da participação da fundação no empreendimento. 

"A decisão da companhia decorre da mudança do cenário macroeconômico brasileiro em relação ao verificado na data da assinatura do contrato, do foco em priorizar investimentos nos ativos existentes, bem como de ainda não ter concluído o processo de due dilligence de forma satisfatória", disse a JSHF, em comunicado ao mercado.

Em relatório, o Bradesco BBI comentou que a Iguatemi (IGTA3) "tem agora caminho livre para elevar sua participação". 

OSX Brasil
A OSX Brasil (OSXB3) comunicou a nomeação de Eduardo Meira Farina para cargo interino de diretor financeiro e de relações com investidores, acumulados com o cargo de diretor presidente da companhia.
A empresa informou também a renúncia de Marcello de Souza Marin aos cargos de diretor financeiro e de relações com investidores.

Contato