Em mercados / acoes-e-indices

Aumento de capital da PDG, resultado da Cosan, OSX inadimplente e mais 8 notícias no radar

Entre os destaques, a Lojas Renner anunciou o pagamento de juros sobre capital próprio, enquanto a Fitch comentou os efeitos do dólar alto sobre as dívidas dos estados

SÃO PAULO - Em noite agitada no mercado, fora a demissão do ministro da Educação, Cid Gomes, diversas empresas listadas na Bolsa divulgaram comunicado ao mercado. O destaque ficou para a PDG Realty (PDGR3), que confirmou na noite desta quarta-feira (18) um aumento de capital de no mínimo R$ 300 milhões e, no máximo, R$ 500 milhões.

De acordo com o comunicado, o aumento ocorrerá mediante a emissão para subscrição particular de até 1.136.363.636 ações ordinárias, a um preço de R$ 0,44 por ação. A Vinci Partners entrará com cerca de R$ 300 milhões.

A companhia ainda divulgou hoje que teve receita líquida de R$ 1,1 bilhão no quarto trimestre de 2014, queda de 37% na comparação com os R$ 1,8 bilhão apresentado no mesmo período do ano anterior. A PDG ainda apresentou prejuízo de R$ 221,9 milhões no quarto trimestre, frente lucro de R$ 19 milhões no mesmo período de 2013. 

Cosan
A Cosan (CSAN3) reportou prejuízo líquido de R$ 83,5 milhões no quarto trimestre de 2014, ante lucro líquido de R$ 229,8 milhões em igual período do ano anterior. O Ebitda (Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu R$ 520,9 milhões, ante R$ 518,6 milhões no quarto trimestre do ano anterior.

Lojas Renner
A Lojas Renner (LREN3) informou ao mercado nesta quarta, que seu Conselho de Administração aprovou hoje o pagamento de juros sobre capital próprio no valor bruto de R$ 23.797.304,74, correspondentes a R$ 0,1868 por ação. De acordo com o comunicado da companhia, o pagamento será efetuado 10 dias após a Assembleia Geral Ordinária de 2016 e sujeita-se ao Imposto de Renda na Fonte. A companhia ainda informou que o pagamento fará parte do cálculo do dividendo obrigatório do exercício de 2015. 

Farão jus ao pagamento da bonificação acionistas com posições nos papéis hoje, com os ativos sendo negociados como ex-proventos amanhã. As instruções e a data de início do pagamento dos juros sobre o capital próprio serão divulgadas, pela Diretoria executiva da Companhia, imediatamente após a Assembleia Geral Ordinária que ocorrer em 2016.

Suzano
A Suzano (SUZB5) informou nesta quarta que seu Conselho de Administração aprovou hoje a celebração da operação com Ibemapar e Ibema, ao final da qual a Suzano passará a deter 49,9% das ações representativas do capital social da Ibema. A companhia ainda informa por meio de comunicado que a participação da companhia no capital social será de 38% até a completa exclusão de ativos não relacionados à operação de papel cartão.

A operação consistirá na venda, para a Ibema, da fábrica de papel cartão da Suzano, no município de Embu, pelo preço de R$ 50 milhões, que será pago por meio de compensação de dívida da Suzano com a Ibema. A companhia ainda informou que fará um aporte de capital na Ibema no valor de R$ 8 milhões.

Gol
A agência de risco Fitch Ratings afirmou nesta quarta os ratings da companhia aérea Gol (GOLL4) em perspectiva estável. De acordo com a agência, os ratings refletem a importante posição da GOL no mercado doméstico brasileiro, sua limitada diversificação geográfica, sua liquidez adequada e sua elevada alavancagem total ajustada. A Fitch ainda acrescenta que as classificações contemplam ainda a elevada sensibilidade da performance financeira da Gol a diversos fatores não gerenciáveis pela companhia, como concorrência, desvalorização da moeda local em relação ao dólar e custo dos combustíveis. 

Multiplus 
A Multiplus (MPLU3) informou nesta quarta que seu Conselho de Administração aprovou hoje recompra de até 86.371 ações ordinárias da companhia, que representam cerca de 0,2% do total de ações no "free float" (em circulação no mercado). Ainda de acordo com a companhia, a recompra será para permanência dos ativos em tesouraria ou para alienação aos beneficiários de ações restritas tomando por base a Aprovação do Plano de Outorga de Ações Restritas em Assembleia Geral Extraordinária da Companhia ocorrida em 21 de maio do ano passado, sem redução do capital social da Companhia. O prazo do programa de recompra será de 365 dias, chegando ao fim em 17 de março de 2016.

CSN 
A CSN (CSNA3) informou na noite de hoje que seu Conselho de Administração aprovou por unanimidade a eleição de Paulo Caffarelli  para o cargo de Diretor Executivo da companhia, com mandato encerrando-se em 3 de julho e podendo estender-se até que seu substituto tome seu lugar.

Eike Batista
Com um patrimônio negativo em US$ 1 bilhão, o empresário Eike Batista sofreu mais um baque nesta quarta com a aplicação de quatro multas no valor de total de R$ 1,4 milhão em julgamentos realizados hoje pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários). O fundador do grupo X foi condenado em casos referentes a falhas na divulgação de informações das empresas LLX (R$ 500 mil) e MPX (R$ 300 mil), no caso da OPA da CCX (R$ 300 mil) e também sobre a venda da OGX para o grupo Petronas (R$ 300 mil), mas ele ainda pode recorrer para evitar as multas. 

Dólar
A Fitch Ratings, que está aqui o Brasil para discutir sobre os ratings do País e questões econômicas, informou hoje que a depreciação do real frente ao dólar representa um risco para muitos estados brasileiros e pode trazer um ônus financeiro adicional, sendo assim, os estados que tiverem os maiores montantes de dívidas lastreados na moeda norte-americana estão mais expostos e, a médio prazo, poderão ter seus ratings pressionados.

De acordo com a agência, em geral, a dívida em moeda estrangeira equivale a 13% do total da dívida dos estados, subindo dos 8,2% apresentados em 2012, sendo que para alguns estados a proporção chega a 40%. Dezesseis estados têm dívidas em dólar em proporção superior a 10%, incluindo o Rio de Janeiro. Apesar desse cenário, algumas cidades pretendem contrair dívida em dólar em 2015, completa a agência.

OSX
A OSX (OSXB3) informou que suas subsidiárias OSX 3 Leasing, OSX 3 Holding, OSX 3 Holdco e OSX Leasing Group foram notificadas pela Nordic, detentora de bonds emitidos pela OSX 3, de que ocorreram eventos de inadimplência por parte da OSX 3 e declararam vencida a dívida objeto dos Bonds, no valor de US$ 560,1 milhões, requerendo seu pagamento pela OSX 3 ou pelos garantidores. A OSX informou que está avaliando as alternativas a serem adotadas e que tomará as medidas cabíveis para a proteção de seus direitos.

Taesa
A Taesa (TAEE11) informou nesta quarta que seu Conselho de Administração elegeu hoje Allan Kardec de Melo Ferreira como presidente do Conselho. 

Contato