Em mercados / acoes-e-indices

Bovespa movimenta R$ 125 bi em março; estrangeiros aumentam participação para 51,6%

Com menos dias úteis que fevereiro, o volume total movimentado em março foi menor em R$ 6,31 bilhões, totalizando giro de R$ 125,23 bilhões no mês

SÃO PAULO - O volume médio diário da Bovespa apresentou leve crescimento entre fevereiro e março deste ano, ao movimentar cerca de R$ 6,59 bilhões por pregão - R$ 20 milhões a mais que o mês anterior -, informou a BM&FBovespa logo após o fechamento do mercado nesta quinta-feira (3).

Com menos dias úteis que fevereiro, o volume total movimentado em março foi menor em R$ 6,31 bilhões no comparativo, totalizando giro de R$ 125,23 bilhões no mês. Foram realizados 18.503.854 negócios, ante 17.943.360 no mês anterior. A média diária de negócios atingiu 973.887, ante 897.168 em fevereiro.

As ações que registraram maior giro financeiro, foram Petrobras PN (PETR4), com R$ 10,41 bilhões; Vale PNA (VALE5), com R$ 8,59 bilhões; Itaú Unibanco PN (ITUB4), com R$ 6,28 bilhões; Bradesco PN (BBDC4), com R$ 5,31 bilhões; e Petrobras ON (PETR3), com R$ 3,75 bilhões.

Do lado dos empréstimos, pouca variação foi vista entre os últimos meses. Em março, o volume financeiro gerado com aluguéis de ações atingiu R$ 71,59 bilhões, ante R$ 77,17 bilhões em fevereiro de 2013. O número de operações foi de 144.313, ante 144.925 no mês anterior.

Participações na bolsa
Ainda de acordo com o comunicado da bolsa, os investidores estrangeiros lideraram a movimentação financeira na Bovespa em março, com participação de 51,59%, ante 50,42% em fevereiro. Na segunda posição, ficaram os investidores institucionais, que obtiveram participação de 29,16%, ante 29,09%.

As pessoas físicas movimentaram 13,75%, ante 13,73%, enquanto as instituições financeiras, 4,50%, ante 5,38%; e as empresas, com 0,91% ante 1,37% registrado no mês anterior. Ao final de março, o número de contas de investidores pessoas físicas no mercado de ações foi de 579.035, contra 582.763 em fevereiro.

Números da BM&F
Do lado dos mercados da BM&F, 46.972.143 contratos foram negociados em março, com volume financeiro de R$ 3,27 trilhões, enquanto em fevereiro o número ficou em 62.179.222 papéis com giro acumulado de R$ 4,48 trilhões. Ao final do último pregão de março, o número dos contratos em aberto foi de 35.087.042 posições, ante 32.903.867, no período anterior.

O futuro de juro (DI) contabilizou 19.468.273 contratos negociados, ante 30.059.456 em fevereiro. O dólar comercial futuro encerrou março com 6.630.715 contratos negociados, ante 7.019.665 no mês anterior. O futuro de Ibovespa contabilizou 1.566.535 contratos, ante 1.596.455.

Contato